Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

FGTS Digital permitirá pagamento via Pix; entenda

O FGTS Digital permitirá a utilização do Pix para os pagamentos, o que promete eliminar problemas de pagamentos indevidos. Veja mais!

Na sexta-feira (1º), o Ministério do Trabalho e Emprego irá lançar uma plataforma inovadora, denominada FGTS Digital. Assim, a ferramenta promete desburocratizar as rotinas dos empregadores, simplificando o recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviços (FGTS).

Dessa forma, um dos principais destaques é a utilização do Pix para os pagamentos, o que promete eliminar problemas de duplicidade e pagamentos indevidos.

Diante disso, a expectativa é que a utilização do Pix elimine problemas como pagamentos duplicados, quitação de débitos já pagos e pagamento de guias vencidas. Além disso, o sistema vai reduzir as tarifas pagas à rede arrecadadora do FGTS, gerando economia ao fundo. Veja mais detalhes sobre a novidade!

Funcionalidades do FGTS Digital

Portanto, o FGTS Digital apresenta diversas inovações, dentre elas a integração com o eSocial. Através dela, as empresas poderão:

  • Fornecer informações contratuais;
  • Emitir guias personalizadas;
  • Calcular indenizações compensatórias;
  • Obter extratos detalhados por trabalhador; e
  • Solicitar estornos e parcelamentos. 

Assim, a estimativa é que haja uma economia de cerca de 36 horas por mês em tempo gasto com procedimentos administrativos relacionados ao FGTS. Além disso, a nova plataforma deve reduzir os custos operacionais do FGTS em aproximadamente R$ 144 milhões por ano.

FGTS Digital
Imagem: Diego Thomazini / shutterstock.com

Migração das empresas para a nova plataforma

Dessa forma, a partir de 1º de março, todas as empresas deverão emitir suas competências por meio do FGTS Digital. No entanto, débitos anteriores a essa data deverão ser pagos pelo sistema antigo. Além disso, haverá alteração na data de vencimento das competências, que passam a ser no 20º dia de cada mês, começando pelas competências de março, a serem pagas em abril.

Veja também:

Bolsa Família terá valor menor em março; entenda o porquê

Ademais, na apresentação do FGTS Digital, o Ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho (PT), anunciou ainda que a nova plataforma permitirá ao trabalhador solicitar empréstimos consignados diretamente aos bancos, sem precisar da intermediação do empregador.

Imagem: Diego Thomazini / shutterstock.com