Há um grande contingente de brasileiros com restrição no CPF. Em novembro, de acordo com dados do SPC Brasil, haviam 62,4 milhões de negativados. Portanto, como estas pessoas não conseguem crédito no mercado, surgem pessoas mal intencionadas que oferecem dinheiro fácil. Pensando nisso, elencamos aqui neste artigo 10 dicas para evitar cair no golpe do empréstimo para negativados. Continue a leitura e previna-se.

Leia também:

Truque para não pagar o saque na NuConta, a conta do Nubank.

Banco do Brasil disponibiliza pagamento do IPVA e multas de trânsito pelo WhatsApp.

5 motivos que fazem o banco negar empréstimo a você.

10 dicas para não cair no golpe do empréstimo para negativados no SPC e Serasa

1) Procure instituições com boa reputação no mercado.

Uma análise da reputação da empresa é muito fácil de fazer na internet. Dê uma conferida em sites como o Reclame Aqui e analise os indicadores de reclamações, respostas e resoluções dos problemas. Ademais, prefira instituições que sejam bastante conhecidas, e desconfie quando as taxas de juros são atrativas demais.

2) Verifique se a instituição é autorizada pelo Banco Central do Brasil.

Primeiramente, entre no site do Banco Central do Brasil e faça a pesquisa aqui neste link, com dados como o nome da empresa e o CNPJ. Portanto, confira se a instituição é autorizada a funcionar como uma instituição financeira. Por fim, somente depois disso você saberá que terá respaldo de um órgão competente do Governo Federal.

3) Nunca faça depósito antecipado.

Sob hipótese nenhuma aceite fazer depósitos ou transferências de qualquer valor antes de efetivar o empréstimo. Isso é uma prática ilegal, e é crime solicitar depósito antecipado.

4) Não forneça os seus dados pessoais e documentos.

Jamais encaminhe os seus dados pessoais e documentos para desconhecidos. Especialmente através do WhatsApp, que é aonde eles mais costumam atacar atualmente.

5) Desconfie de ofertas milagrosas.

Primeiramente, sempre que a oferta de crédito seja muito generosa, desconfie. Taxas de juros muito atrativas e liberação rápida do empréstimo pode ser uma indução a cair no golpe do empréstimo para negativados.

6) Não aceite pagar parcelas de empréstimos na conta de pessoas físicas.

Se disponibilizarem uma ordem de pagamento em nome de pessoa física em conta corrente, tudo indica tratar-se de um golpe.

7) Verifique se a empresa opera em um endereço físico válido.

Analise se a empresa opera em um endereço físico. Dê uma conferida no Google Street View, por exemplo. Se for na sua cidade, dê uma conferida mais de perto e veja se funciona há pelo menos uns dois meses no local.

8) Faça uma pesquisa sobre a empresa.

Além de conferir a reputação, verifique o CNPJ no site da Receita Federal, e veja se a empresa está ativa antes de efetuar o negócio.

9) Analise o site da empresa e as suas informações.

Dê uma boa conferida no site da empresa e analise a coerência das informações. Veja se existem erros grosseiros de português, e se o site não é uma cópia de um site de outra instituição original.

10) Guarde o material publicitário.

Se você recebeu um panfleto com a oferta do empréstimo, guarde-o para eventuais consultas. Salve o site acessado, entre outros. Isso porque pode acontecer de você ter que processar futuramente.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.