Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Governo anuncia lista de novos beneficiários do Minha Casa Minha Vida; confira se você está entre eles

Confira aqui as novas regras do “Minha Casa Minha Vida” e veja quem estará apto a ser beneficiário do programa governamental!

O Governo Federal divulgou recentemente uma ampliação do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), com o objetivo de incluir um novo grupo de beneficiários. Nesse sentido, a medida faz parte de um conjunto de iniciativas para possibilitar a inserção de produtores rurais que foram afetados por enchentes no programa habitacional.

Nesse contexto, as famílias com renda mensal de até R$ 4,4 mil agora serão contempladas pela categoria “calamidade” do programa. Esse benefício se estende às áreas rurais do Rio Grande do Sul (RS), com a concessão de subsídio integral a esses beneficiários.

Ademais, há previsão de construção de aproximadamente 300 moradias rurais nas regiões afetadas. Portanto, siga a leitura para compreender quem está apto a se inscrever no Minha Casa Minha Vida.

Novos beneficiários do Minha Casa Minha Vida

Imagem de diversos imóveis em condomínio e a logo do programa Minha Casa, Minha vida no centro.
Imagem: Leonardo Dantas Teixeira / shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

Como parte dessa iniciativa, o programa habitacional assegurará o pagamento de imóveis no valor máximo de R$ 75 mil em áreas rurais, enquanto nas áreas urbanas o limite é de R$ 130 mil. Dessa maneira, o MCMV se direciona a famílias com renda bruta familiar mensal de até R$ 8 mil em áreas urbanas.

Contudo, para áreas rurais, a renda bruta familiar anual é de até R$ 96 mil. Além disso, a divisão das famílias ocorre de acordo com faixas de renda. Confira as faixas urbanas abaixo, de acordo com a renda bruta familiar mensal:

  1. Até R$ 2.640;
  2. De R$ 2.640,01 a R$ 4,4 mil;
  3. De R$ 4.400,01 a R$ 8 mil.

Já no caso das famílias que residem em áreas rurais, as faixas de renda do MCMV são as seguintes, para renda bruta familiar anual:

  1. Até R$ 31.680;
  2. De R$ 31.680,01 até R$ 52,8 mil;
  3. De R$ 52.800,01 até R$ 96 mil.

Novas regras do programa

É importante observar que, de acordo com as novas regras estabelecidas, o valor das faixas de renda não leva em consideração benefícios temporários, assistenciais ou previdenciários. Sendo eles, por exemplo, auxílio-doença, seguro-desemprego, Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o Bolsa Família.

Adicionalmente, o governo informou que 50% das unidades do programa serão reservadas para famílias da Faixa 1. O MCMV também passará a incluir pessoas em situação de rua na lista de possíveis beneficiários.

Veja também:

Pagamento em lote do C6 Bank: veja como este novo serviço funciona

Por fim, cabe destacar que os contratos e registros das moradias do Minha Casa, Minha Vida serão, preferencialmente, feitos em nome das mulheres, podendo ser firmados sem a autorização do cônjuge. Logo, essa medida busca promover a autonomia e a igualdade de gênero.

Imagem: Roman Samborskyi / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital