Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Governo deve criar fundo de R$ 6 bilhões para financiar companhias aéreas

O objetivo do fundo é que as empresas aéreas possam buscar crédito nele, ampliando os investimentos na aviação. Confira!

Nesta quarta-feira (24) o Ministro de Portos e Aeroportos, Sílvio Costa Filho (Republicanos), anunciou um plano de auxílio às companhias aéreas brasileiras. De acordo com o ministro, o governo estuda a criação de um fundo, que provavelmente será administrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Assim, esse fundo que está em construção é resultante do esforço em conjunto com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), e o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante. Sendo que o objetivo é que as empresas aéreas possam buscar crédito nele, ampliando os investimentos na aviação.

Fundo para companhias aéreas

Portanto, o foco do fundo é tanto para refinanciamento de débitos, como para investimentos na área da manutenção e possíveis compras de novas aeronaves. Assim, o ministro Costa Filho informou que a resolução definitiva sobre a proposta ocorrerá provavelmente nos próximos 10 dias. 

Assim, essa medida surge como um marco significativo para um setor que sofreu muito com a pandemia da Covid-19 e a elevação de custos operacionais. Sem receber suporte governamental adequado nos últimos anos.

Imagem da parte inferior de um avião que está pousado em pista de voo.
Imagem: frank_peters / Shutterstock

Outras iniciativas

Além do fundo ao qual as companhias aéreas podem recorrer, a reunião buscou formas de diminuir o impacto do custo do querosene de aviação. Costa Filho afirmou que a modelagem dessa proposta está sendo feita com a Petrobras. No entanto, não forneceu maiores detalhes. 

Após esse primeiro estágio de pautas relacionadas às companhias aéreas, Costa Filho expressou que o governo pretende discutir com o Poder Judiciário o alto grau de judicialização do setor aéreo no país. 

Veja também:

Banco Central revela banco líder de reclamações no Brasil; confira

Além disso, o ministro também mencionou o lançamento do programa Voa Brasil, marcado para iniciar no dia 5 de fevereiro. Assim, o Voa Brasil visa garantir passagens aéreas a R$ 200 para aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e bolsistas do Programa Universidade para Todos (Prouni).

Imagem: frank_peters / Shutterstock