Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Governo sanciona novo salário mínimo; valor vai aumentar para R$ 1.640

Governo sanciona novo salário mínimo, trazendo benefícios para os trabalhadores e impulsionando a economia local. Saiba mais!

O estado de São Paulo iniciará junho de 2024 com uma mudança significativa que afeta diretamente o bolso de seus trabalhadores. Assim, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) sancionou o reajuste do salário-mínimo estadual, elevando-o para R$ 1.640, um incremento de 5,8% sobre o valor anterior. 

Dessa forma, esse ajuste coloca o piso salarial paulista 16% acima do mínimo nacional, estabelecido em R$ 1.412. No entanto, é importante destacar que, tradicionalmente, o salário mínimo de São Paulo sempre foi maior do que o piso nacional, já que se trata da federação mais rica do Brasil. Veja mais detalhes!

Quem será beneficiado com o novo salário mínimo

Portanto, a nova legislação impacta uma gama variada de profissionais. Incluindo trabalhadores domésticos, cuidadores de idosos e uma série de outras ocupações que anteriormente tinham grandes variações salariais. 

Assim, a medida visa não apenas simplificar a estrutura salarial, mas também garantir um sustento mais justo para categorias frequentemente subvalorizadas. Contudo, o aumento proposto pelo governo paulista não se aplica universalmente. Trabalhadores regidos por legislação federal específica ou por acordos coletivos podem ter pisos salariais distintos.

Salário mínimo e cédulas de real.
Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Aplicação do novo piso salarial estadual

À vista disso, o novo salário mínimo paulista passará a valer a partir do dia 1º de junho de 2024. Neste caso, os empregadores têm a obrigação de aplicarem o valor mais alto. Ou seja, se o salário mínimo nacional for maior, ele é que deve ser considerado, contudo, se o piso estadual for superior, este deve ser pago.

Veja também:

Nubank alcança número surpreendente de clientes menores de 18 anos; confira

Enfim, com esta alteração legislativa, o governo de São Paulo busca não apenas adequar o salário mínimo às necessidades econômicas dos trabalhadores, mas também promover equidade. Assim, esse aumento pode também posicionar o estado como um líder em termos de políticas de remuneração no Brasil.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com