Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Governo vai liberar pagamento de R$ 70,7 bilhões em precatórios; veja se vai receber uma parte

Governo federal anuncia R$ 70,7 bilhões em precatórios. Veja quem tem direito e como receber valores do INSS e ações trabalhistas

Em 2025, o governo federal destinará R$ 70,7 bilhões para o pagamento de precatórios, dívidas judiciais de natureza obrigacional do Estado. Esse montante representa um aumento significativo em relação a 2024, quando o valor pago foi de R$ 56,9 bilhões.

Assim, a parcela de 2025 contemplará prioritariamente ao pagamento de ações do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e trabalhistas. Dessa forma, este montante inclui dívidas relativas a ações judiciais com ordens de pagamento emitidas entre 3 de abril de 2023 e 2 de abril de 2024. Veja mais detalhes!

Beneficiários dos precatórios

Portanto, os precatórios são devidos a uma variedade de beneficiários, a maioria pertencente a grupos de aposentados e pensionistas do INSS. Assim, para o próximo ano, esses beneficiários dividirão R$ 21,2 bilhões, o que corresponde a cerca de 30% do total destinado a precatórios. 

Além das ações do INSS, há também categorias como Benefício de Prestação Continuada (BPC) e causas trabalhistas.

Veja também:

Ainda não comprou o presente de Dia dos Namorados? Veja como comprar sem cair em golpes

Então, para saber se você tem direito a algum precatório a ser pago em 2025, é necessário realizar uma consulta. Essa consulta pode ser feita junto ao advogado responsável pelo caso ou diretamente nos sites dos Tribunais Regionais Federais (TRFs), conforme o estado. Assim, durante a consulta online, procure pela sigla “PREC”, que identifica o registro do precatório.

Bolsa com um cifrão desenhado ao lado de um martelo, representando o pagamento de precatórios do INSS
Imagem: Andrii Yalanskyi / Shutterstock.com

Como consultar o pagamento

Por fim, para consultar o pagamento do precatório, como dito anteriormente, basta acessar o site do TRF responsável por seu estado. Confira os links:

Enfim, mantenha sempre seus dados atualizados junto aos órgãos competentes e consulte regularmente os sites dos TRFs de sua região.

Imagem: Andrii Yalanskyi / Shutterstock.com