Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

INSS: novidade promete acelerar concessão de aposentadorias; confira

Novo mecanismo promete acelerar concessão de aposentadorias do INSS sem necessidade de recorrer à Justiça. Saiba mais!

Uma boa notícia para quem espera pela aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)! Assim, um novo mecanismo, chamado Desjudicializa Prev, tem como objetivo reduzir significativamente o número de ações judiciais relacionadas à Previdência Social, agilizando assim a concessão de benefícios.

Dessa forma, o Desjudicializa Prev prevê a revisão automática de aposentadorias e pensões que estão em processo judicial, buscando identificar e corrigir erros administrativos que podem ter atrasado ou impedido a concessão dos benefícios. Veja mais detalhes da novidade!

Concessão de aposentadorias do INSS mais rápidas

Portanto, a Procuradoria-Geral Federal (PGF), órgão da AGU responsável pela representação judicial de autarquias federais como o INSS, estima que aproximadamente 137 mil ações deixarão de ser ajuizadas já no próximo ano. 

Atualmente, o INSS figura como parte em cerca de 4 milhões de processos no Brasil, sendo 3,5 milhões somente na Justiça Federal, o que representa algo em torno de um terço dos trâmites nesse ramo da justiça.

Além disso, dados revelam que entre janeiro e setembro de 2023, a concessão de um sexto dos benefícios novos ocorreu por via judicial, uma proporção significativamente alta que evidencia a necessidade urgente de sistemas alternativos de resolução de disputas.

Papel com a palavra "aposentadoria" colocado em cima de uma carteira de trabalho, uma calculadora e uma nota de cem reais.
Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com

Medidas que fazem parte do Desjudicializa Prev

Adriana Maia Venturini, procuradora-geral federal, destacou ao InfoMoney que, dentro do projeto, houve a projeção de medidas específicas para enfrentar 10 temas recorrentes nos litígios previdenciários. Assim, essas ações incluem a não apresentação de contestação pela PGF, a não interposição de recursos ou até mesmo a desistência dos já interpostos. 

Além disso, as propostas de acordo e as soluções consensuais também são partes integrantes destas estratégias.

Veja também:

Bradesco vai liberar grande pagamento na segunda-feira (03); veja se vai receber uma parte

Adicionalmente, há o compromisso de agilizar o pagamento dos benefícios assistenciais ou previdenciários que tiverem o reconhecimento, garantindo-se o recebimento de um salário mínimo de forma tão rápida quanto possível após o reconhecimento judicial.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com