O Banco Inter é um dos mais queridos do Brasil, devido a sua conta, sem mensalidades, com TED grátis e ilimitada, assim como saque grátis e ilimitado, depósito por cheque e por boletos, e a possibilidade de investimento no CDB ou LCI/LCA. E parece que eles estão se esforçando para oferecer os melhores serviços digitais do Brasil, superando o próprio Nubank. Estamos falando do Super App do Nubank, que deve ser lançado na próxima quinta-feira (7).

Leia também: 

Polishop e Itaú se unem para lançar novo cartão de crédito que dá até 5% de dinheiro de volta nas compras.

Banco Inter libera cartão contactless para todos os correntistas.

Como acompanhar ao vivo o lançamento do Super App do Banco Inter?

História do Banco Inter

O Banco Inter, embora muita gente ache que seja uma dessas novas fintechs lançadas no Brasil, tem bastante bagagem já. Fundado em 1994 em Belo Horizonte (MG), era anteriormente conhecido como Banco Intermedium. A família Menin é a fundadora do Banco Inter, mesma família responsável por fundar a famosa construtora MRV Engenharia.

Aliás, a ideia original da família era oferecer serviços de crédito imobiliário,mas por ironia do destino, o banco acabou se consolidando no mercado de crédito consignado e middle market (segmento de empresas de médio porte).

Por outro lado, em 2007 o Banco Inter voltou a operar crédito imobiliário, com o refinanciamento imobiliário sendo o seu carro-chefe. Mas em 2008 o banco recebeu do Banco Central a carta patente com autorização para operar como banco múltiplo.

Lançamento da conta digital

A história digital do Banco Inter começou em 2014, com o lançamento da Conta Digital. Esse serviço cresceu com a resolução nº 4.480 do Banco Central do Brasil, facilitando a abertura das novas contas digitais. No mesmo ano, o Inter registrou um lucro líquido de R$ 25,5 milhões, com expansão de 10,3% da carteira de crédito para R$ 2,3 bilhões de reais, sendo 52,5% destes o crédito imobiliário.

A captação de recursos cresceu em 32,5% e somou R$ 2,7 bilhões em dezembro de 2016. Ainda em 2016 o Banco Inter conquistou o título de 14ª melhor empresa para trabalhar em Minas Gerais, segundo o ranking GPTW (Melhores Empresas para se Trabalhar) na categoria 250 a 999 funcionários.

Renovação da marca

Posteriormente, em 8 de junho de 2017, o banco renovou a sua marca, mudando de nome de Intermedium para Banco Inter. No primeiro semestre de 2017, o Banco Inter tinha 184,7 mil de clientes da conta digital, crescimento de 804% em relação ao 1º semestre de 2016, com o número de transações realizadas crescendo 29 vezes no mesmo período. O lucro líquido atingiu R$ 22,1 milhões no período, aumento anual de 83,6%.

Ações na bolsa

Em 30 de abril de 2018, o Banco Inter anunciou a abertura de capital na B3, uma das maiores empresas que oferecem infraestrutura e tecnologia para o mercado financeiro internacional. As ações começaram valendo a R$ 18,50, e conseguiram atingir R$ 721 milhões. Nos 5 primeiros dias em seu IPO, a ação chegou a custar R$ 21,50, mas estabilizou em R$ 18,95 logo após. O banco começou valendo aproximadamente R$ 1,9 bilhão na bolsa de valores, e em junho deste ano atingiu o valor de R$ 8,5 bilhões.

Novos recursos em 2019

Em agosto passado o Inter lançou o cashback, que devolve ao cliente valores gastos em empresas parceiras. E esse recurso deve ser expandido em breve. Além disso, o Banco Inter anunciou uma parceria com a provedora de seguros MetLife, oferecendo planos odontológicos pelo app, 100% digital.

O que fará o Super App do Banco Inter?

O aplicativo, que funcionará nos smartphones Android e iOS, deve oferecer aos clientes a entrega de alimentos e serviços de transporte compartilhado, além de permitir a reserva de ingressos de cinema e hotéis.

A ideia deste super aplicativo é ser exatamente isso: Um aplicativo que faça a função de vários outros aplicativos em um mesmo lugar. Isso já acontece na China através dos serviços disponibilizados pelo WeChat. O Banco Inter deve ser a primeira instituição financeira a trazer o conceito para o Brasil, embora o Rappi faça algo parecido. Mas, embora o Rappi também ofereça serviços financeiros, além de entregas de supermercados e restaurantes, a empresa não é uma instituição financeira, e não oferece outros serviços, como crédito.

Banco Inter quer mais expansão

De acordo com o CEO do banco, João Vitor Menin, a expectativa é que haja uma expansão da carteira de crédito e um aumento dos empréstimos efetuados pelo Banco Inter através deste Super App. Dessa forma, o próprio Inter acabará aumentando. Além disso, o CEO ainda deu pistas sobre uma provável parceria com uma empresa de processamento de cartões, prevista para janeiro, que também pretende atrair novos clientes para o Banco Inter.

CEO do Banco Inter João Vitor Menin
João Vitor Menin, CEO do Banco Inter

Evento de lançamento do Super App

O Banco Inter lança amanhã seu Super App, na nova sede do banco em Belo Horizonte, Minas Gerais. De antemão podemos adiantar que o aplicativo certamente vai revolucionar o mercado, e a galera do Seu Crédito Digital estará cobrindo o evento.

Ao meio dia acontece a transmissão da live no evento. O primeiro a falar será João Vitor Menin, apresentação institucional sobre momento do banco. Após Rodrigo Gouveia fará a apresentação do Super App. Na sequência, Ricardo Couto vai fazer a apresentação sobre a Plataforma Aberta Inter (PAI) e por último, Guilherme Ximenes faz a apresentação sobre a tecnologia. A partir das 15h a equipe do banco vai dar uma coletiva de imprensa.

Enfim, se você quer ficar por dentro deste lançamento, basta nos acompanhar pelas redes sociais (links abaixo) e no nosso canal do YouTube.

Gostou da matéria?

Então nos siga no FacebookTwitter Instagram para continuar acompanhando os artigos sobre cartão de crédito, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado às fintechs.