Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Leilão de mansão do jogador Cafu avaliada em R$ 40 milhões tem resultado decepcionante

A primeira tentativa de obter lances no leilão da mansão do ex-jogador Cafu não foi satisfatória. Entenda o caso!

A primeira tentativa de obter lances no leilão para a compra da mansão do ex-jogador de futebol Cafu não obteve sucesso. O imóvel, avaliado em R$ 40 milhões, está localizado em Alphaville, São Paulo.

A Justiça autorizou esse pregão devido a uma dívida adquirida pelo ex-atleta. Estima-se que valor do débito esteja em torno de R$ 9,5 milhões. Saiba mais informações sobre esse assunto.

Leilão de mansão do jogador Cafu não teve lances

Imagem do ex-jogador Cafu
Imagem: Fernando Frazão / Agência Brasil

A mansão fica no renomado condomínio Alphaville Residencial 2. O imóvel possui uma área construída de 1.816 metros quadrados, em terreno com um total de 2.581 metros quadrados. A residência possui seis suítes, piscina, quadra de futebol society, sala de cinema, salão de jogos e sauna.

Veja também: Famosa empresa brasileira volta ao mercado anos depois de fechar as portas: lembra dela?

A primeira tentativa de leilão da propriedade, com lance mínimo estipulado em R$ 40 milhões, tinha a responsabilidade do leiloeiro oficial Denys Pierre de Oliveira, da empresa Leilão Judicial Eletrônico. 

No entanto, não surgiram propostas para a compra do imóvel. Assim, para incentivar os lances, ocorreu um segundo leilão, onde o lance mínimo foi reduzido para R$ 35 milhões, mas a mansão novamente não atraiu ofertas.

O que acontecerá com o imóvel, afinal?

Agora caberá à Justiça decidir se tentará uma nova venda do imóvel ou se buscará uma outra solução para a quitação da dívida. A ordem de leilão do imóvel aconteceu a partir da decisão do juiz Bruno Paes Straforini.

Logo, essa foi a resposta a uma ação de cobrança aberta em fevereiro de 2018 pela VOB Cred Securitizadora contra a Capi-Penta International Football Player Ltda, empresa de Cafu, que não contestou a dívida.

Contudo, Cafu tentou impedir o leilão da mansão ao dizer que essa é sua residência pessoal, possuindo a proteção de ser um bem de família, o que, pela legislação, não poderia ser penhorado. O ex-atleta ainda declarou que outros imóveis de sua propriedade seriam suficientes para o pagamento da dívida. Entretanto, a Justiça paulista negou esse argumento.

Imagem: Fernando Frazão / Agência Brasil