Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

No 1º trimestre, lucro do Banco do Brasil sobe 44,7%, e chega a R$ 4,9 bi

0

No primeiro trimestre de 2021, o lucro do Banco do Brasil (BB) registrou ascensão de 44,7%. Dessa forma, ele chegou a R$ 4,9 bilhões. Esse valor é maior que os R$ 3,4 bilhões registrados no mesmo período do ano passado. Além disso, é 32,9% maior ao resultado dos últimos três meses de 2020.

É provável que você goste também

Caixa Seguridade movimenta R$ 5 bi, em oferta pública inicial de ações

Governo cobra mais de bancos para compensar perda de R$ 3,6 bi em imposto sobre combustíveis

Lucro líquido trimestral do Bradesco aumenta 82% em apenas um ano

No 1º trimestre, lucro do Banco do Brasil sobe 44,7%, e chega a R$ 4,9 bi

De acordo com o recém-empossado presidente do BB, Fausto de Andrade Ribeiro, “o lucro recorde para um trimestre é resultado de uma estratégia corporativa que buscou o aumento da eficiência, o controle rigoroso das despesas e o crescimento sustentado do crédito, com foco em linhas de maior retorno”.

O lucro do Banco do Brasil ficou acima das estimativas do mercado. De acordo com a média de cinco casas consultadas pelo Prévias Broadcast (Bank of America, JP Morgan, Goldman Sachs, Eleven Financial e Itaú BBA), indicava o total de R$ 4,17 bilhões. Dessa forma, o resultado obtivo foi 17,8% maior. 

Vale ressaltar que o lucro do Banco do Brasil vem em um cenário complicado para o banco, do ponto de vista de gestão. Depois que o BB anunciou a reestruturação de seu quadro, o presidente Jair Bolsonaro forçou a demissão do executivo André Brandão, ex-HSBC.

Confira outros resultados do BB

A carteira expandida cresceu 2,2%, e juntou R$ 758,3 bilhões até o fim de março. Esse valor é 4,5% maior que o mesmo período de 2020. Já as despesas com provisões para créditos de liquidação duvidosa (PDD), chegaram a R$ 2,536 bilhões, no primeiro trimestre. Dessa forma, as despesas caíram 54,2%, quando comparadas ao período de 2020.

No que diz respeito ao retorno sobre o patrimônio líquido ajustado (RSPL), ficou em 14,8%. Esse valor é 3,4 pontos maior que do primeiro trimestre de 2020. Além disso, é 3,7 pontos acima da rentabilidade ao mesmo período do ano anterior.

Por fim, os ativos totais do BB chegaram a R$ 1,829 trilhão. Ou seja, teve um crescimento de 14,4% em um ano. Já o patrimônio líquido ficou em R$ 138,2 bilhões, 23% maior que em 2020.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: Alison Nunes Calazans/shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -