Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

MEIs agora podem aderir ao Programa Acredita para negociar suas dívidas

Saiba mais sobre o Programa Acredita e como ele oferece uma chance para os Microempreendedores Individuais (MEIs) negociarem suas dívidas!

O governo federal brasileiro lançou recentemente uma nova iniciativa que promete transformar o panorama econômico para microempreendedores individuais (MEIs), assim como para as pequenas empresas.

Trata-se, portanto, do Programa Acredita. A medida visa facilitar o acesso ao crédito e estimular o desenvolvimento econômico e social com uma verba destinada de até R$ 30 bilhões. Continue a leitura para mais informações!

Como funciona o programa Acredita para negociar dívidas dos MEIs?

Mulher mexendo em calculadora e fazendo anotações em folhas de papel sobre uma mesa representando dívidas de MEIs.
Imagem: chayanuphol / Shutterstock.com

O Programa Acredita é uma estrutura composta por quatro eixos principais que incluem microcréditos, renegociação de dívidas para MEIs, incentivos para investimentos ecológicos e parcerias para desenvolvimento empresarial. Uma das medidas destacadas é o “Desenrola MEI”, que oferece condições especiais para que microempreendedores renegociem suas dívidas.

Além disso, o programa dedica uma atenção especial às empresárias, destinando um significativo percentual dos recursos para apoiar negócios liderados por mulheres. Sendo assim, entre os principais benefícios do programa, estão:

  • Microcrédito acessível: Empreendedores podem obter até R$ 21 mil para impulsionar seus negócios;
  • Renegociação de dívidas: Descontos de 40% a 90% estão disponíveis para ajudar na organização financeira;
  • Apoio a sustentabilidade: Por meio do Eco Invest Brasil, o programa incentiva projetos que consideram a sustentabilidade.

Como acessar os benefícios do programa?

Interessados em aproveitar as vantagens do Programa Acredita devem entrar em contato com bancos participantes ou visitar os portais oficiais do governo. A iniciativa já está aceitando novos cadastros desde o dia 26 de abril, visando fornecer às empresas uma oportunidade de crescimento e recuperação pós-crise.

Veja também:

Programa Minha Casa, Minha Vida no RS: governo anuncia suspensão temporária de parcelas

As expectativas são altas em relação ao impacto econômico e social do Programa Acredita. Além de impulsionar o ambiente empresarial, espera-se que o programa auxilie na recuperação dos pequenos negócios e MEIs que foram afetados pela crise econômica recente, oferecendo um caminho viável para a reconstrução e o sucesso no mercado. Em resumo, as medidas de suporte do programa são:

  • Desenrola para MEI: Especificamente focado em renegociação de dívidas com termos favoráveis;
  • Capacitação e apoio contínuo: O programa visa oferecer educação continuada e suporte para os participantes;
  • Incentivos fiscais e garantias: Garantias oferecidas pelo Fundo Garantidor de Operações ampliam as possibilidades de investimento.

Imagem: chayanuphol / Shutterstock.com