Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Mercado Pago aumenta taxa de pagamentos com cartão de crédito

O Mercado Pago realizou o aumento em taxas de pagamentos. Saiba mais sobre como essa mudança afeta os usuários!

Recentemente, quem utiliza o para realizar e transferências se surpreendeu com um reajuste significativo nas taxas. Sem qualquer aviso prévio, a elevou os custos para operações específicas, afetando diretamente os consumidores que utilizam o para essas finalidades.

Dessa forma, saiba mais informações sobre as implementadas pela instituição financeira e como elas podem impactar o bolso do usuário. Continue a leitura para mais detalhes!

Por que o Pago elevou suas taxas?

Símbolo do Mercado Pago em frente a uma calculadora e notas de cem e cinquenta.
Crédito: rafastockbr / shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

O primeiro ajuste ocorreu nas tarifas para o de contas de consumo e boletos, que saltaram de 3,99% para 4,89%. Essa elevação, que representa um acréscimo de 22%, torna a estratégia de acumular milhas e pontos através dessas transações ainda menos atraente.

Ademais, outra taxa que sofreu alteração foi a vinculada ao envio de PIX pelo cartão de crédito, que também aumentou para 4,89%. Sendo assim, para os consumidores, especialmente aqueles que planejavam suas finanças e estratégias de acumulação de pontos e recompensas, a operação fica ainda menos atrativa.

Logo, é necessário considerar que a política de algumas instituições financeiras já impede o acúmulo de pontos em operações como pagamento de contas e transações em .

Impacto do aumento das taxas para usuários

A nova configuração tarifária do Mercado Pago adiciona um ônus extra para seus usuários, especialmente em um cenário econômico em que muitos buscam maximizar cada gasto com o cartão de crédito.

Bancos como , Santander e Bradesco já não permitem acumular pontos em tais operações. O Itaú, especificamente, chega até a recusar algumas dessas transações mesmo com o pagamento das taxas.

Veja também:

INSS: servidores ameaçam entrar em greve na próxima semana

Por fim, diante desse panorama, outras plataformas como RecargaPay também tenham aproveitado para ajustar suas tarifas recentemente. Este movimento de mercado sugere uma tendência de elevação dos custos para que antes eram vistos como benignos para a gestão financeira pessoal via transações em aplicativos.

Crédito: rafastockbr / shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital