O significado de MEI é microempreendedor individual. Primeiramente, para ser um MEI, é necessário cumprir alguns pré requisitos, como ter um faturamento de até R$ 81 mil por ano e não possuir participação em outra empresa como sócio ou titular. Todavia, muita gente acaba sendo seduzida por algumas facilidades e resolve abrir um MEI somente para ganhar benefícios, mas infelizmente não é bem assim que funciona. Aqui neste artigo, conheça os 3 principais motivos que você não deve abrir um MEI.

É provável que você também goste:

Nubank lança novo recurso na NuConta que guarda dinheiro de forma mensal e automática.

Cartões Carrefour e Atacadão realizam promoções de fim de ano que podem render barras de ouro e vales-compra para clientes.

Bolsonaro acaba com seguro obrigatório DPVAT que dava indenização por acidentes no trânsito.

Conheça os 3 principais motivos que você NÃO deve abrir um MEI

Quem tem cadastro MEI, aproveita uma série de vantagens, e paga somente R$ 49,90 de contribuição mensal ao INSS mais ICMS/ISS variável de acordo com a atividade. Ou seja, o valor total varia de R$ 50,90 para comércio e indústria, R$ 54,90 para serviços e R$ 55,90 para comércio e serviços. Os valores são atualizados anualmente, de acordo com o salário mínimo.

Dentre as vantagens de ser um MEI, podemos elencar: o direito a benefícios como licença maternidade, auxílio-doença, aposentadoria por idade ou invalidez. Entretanto, é necessário tomar alguns cuidados: ao aderir ao MEI, perde direito ao seguro-desemprego, mesmo que tenha sido demitido sem justa causa no emprego onde era registrado, entre outras situações.

Além disso, é possível comprar carros pelo CNPJ com desconto, e conseguir um bom desconto em um plano de saúde. Contudo, é justamente neste ponto que queremos chegar.

3 principais razões que você não deve abrir um MEI

Vamos supor que você não é um microempreendedor individual, e por este motivo, não deveria ter um MEI. Todavia, como brasileiro sempre gosta de obter vantagens, de repente alguém lhe oferece as seguintes possibilidades:

Aderir ao MEI para se aposentar

Se você não é um empreendedor, jamais deverá aderir ao MEI simplesmente para se aposentar. Isso é crime, e se isso for descoberto, pode dar um grave problema para você. Ademais, existem outras modalidades de contribuição pelo INSS que podem proporcionar a possibilidade de aposentadoria por idade. Para isso, ligue para o 135 e tire as suas dúvidas.

Conseguir um plano de saúde com desconto

Muitos consumidores vão à procura de um plano de saúde e se deparam com um valor muito acima do esperado. Neste caso, as empresas oferecem um bom desconto e incentivam o registro do MEI para conseguir obter um valor muito baixo.

Primeiramente, cabe ressaltar que isso é um crime. Se você não exerce nenhuma atividade empresarial, não deve abrir um MEI somente para aproveitar o desconto no plano de saúde. Cabe ressaltar que também é necessário pagar todos os meses a mensalidade composta de contribuição mensal ao INSS e impostos para manter ativo o MEI.

Comprar um carro com desconto

Um amigo seu pode ter falado sobre a possibilidade de obter um grande desconto na compra de um carro pela pessoa jurídica. Ao usar o CNPJ, é possível conseguir até 30% de desconto. Todavia, é necessário ter muito cuidado ao comprar um veículo pelo CNPJ para uso próprio. Isso porque futuramente você enfrentará sérios problemas.

Ao comprar um carro pelo CNPJ, ele acaba se transformando em um ativo imobilizado, e com isso, sofrerá depreciação ao longo dos anos. Ou seja, a cada ano, o carro perde 20% do valor, em virtude da depreciação. Portanto, quando você for vender esse veículo, terá a desagradável surpresa de ter que pagar imposto de renda sobre o ganho de capital.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.