Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Motoristas podem ser pegos de surpresa com multa de R$ 1.500; entenda a situação

Entenda a nova regra do Detran para 2024: multa e suspensão da CNH para motoristas sem exame toxicológico atualizado. Saiba mais!

A partir de 24 de janeiro de 2024, uma nova regulamentação entra em vigor no Brasil, penalizando com multa os motoristas que conduzirem veículos de carga, reboque ou passageiros sem um exame toxicológico atualizado.

A pena inclui uma severa multa que pode chegar a R$1.500, uma medida anunciada pelo Detran para aumentar a segurança nas estradas brasileiras. Confira, a seguir, mais detalhes sobre a mudança na lei de trânsito e fique em dia!

Multa e suspensão da CNH

A imagem mostra um condutor recebendo uma multa.
Imagem: sirtravelalot / shutterstock.com

Estipulada em 2023, a punição não se limita apenas à multa. Assim, os motoristas que forem flagrados nessa situação também correm o risco de ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por até um ano.

Veja também: ALERTA IMPORTANTE sobre o PIX Automático

Em suma, o exame toxicológico, que tem como objetivo detectar o uso de substâncias como álcool, drogas ilícitas e medicamentos controlados, é crucial para manter as vias públicas seguras.

Portanto, esse tipo de infração classifica-se como gravíssima, resultando na soma de sete pontos na CNH e na aplicação da multa, que totaliza R$ 1.467,35.

Exame toxicológico: frequência e realização

A saber, os motoristas devem realizar o exame toxicológico periodicamente. Aqueles entre 50 e 70 anos precisam fazer o exame a cada cinco anos, enquanto dos motoristas com mais de 70 anos exige-se o exame a cada três anos. O não cumprimento desta norma resultará na aplicação da multa.

A realização do exame é simples: é necessário procurar uma clínica credenciada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), onde será realizada a coleta de um material biológico, como urina ou cabelo, com resultados disponíveis em até 15 dias úteis.

Aumentando a segurança nas estradas e vias do Brasil

Essa nova medida tem como principal objetivo aumentar a segurança nas estradas e vias brasileiras. Estudos do Ministério da Saúde apontam que o uso de álcool e drogas está entre as principais causas de acidentes de trânsito no país.

De fato, estima-se que aproximadamente 20% dos acidentes de trânsito no Brasil estão relacionados ao consumo destas substâncias. Logo, esta nova regulamentação é um importante passo na direção da redução desses números alarmantes.

Imagem: sirtravelalot / shutterstock.com