Mulheres vítimas de violência doméstica poderão ganhar cotas em vagas no SINE

Conforme o Projeto de Lei (PL) 3878/20, uma cota de 10% das vagas ofertadas por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine) poderá ser reservada a mulheres vítimas de violência doméstica ou familiar. Confira mais detalhes sobre esse PL nessa matéria!

É provável que você também goste:

FGTS emergencial de até R$ 1045 será pago HOJE para mais beneficiários

Trabalhou em dois empregos? É possível aumentar mais de 30% da aposentadoria do INSS. Saiba como

JBS (das marcas Friboi e Seara) está oferecendo 1400 vagas de emprego para agosto de 2020 pelo WhatsApp?

Mulheres vítimas de violência doméstica poderão ganhar cotas em vagas no SINE

Em análise na Câmara dos Deputados, a proposta insere a medida na Lei Maria da Penha. Além disso, altera a Lei 13.667/18, que regula o Sine, para incluir entre as atribuições do sistema a assistência às mulheres em situação de violência doméstica ou familiar. Atualmente, o sistema já presta assistência a trabalhadores resgatados de situação análoga à de escravo, por exemplo.

Autor do projeto, o deputado Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) ressalta que um dos fatores que impedem a saída do ciclo de violência é, principalmente, a dependência econômica que muitas mulheres têm em relação a seus agressores. “Nesse sentido, o objetivo do projeto é, justamente, estimular o ingresso da mulher vítima de violência doméstica no mercado de trabalho”, disse.

Por fim, você pode conferir maiores informações sobre a tramitação do Projeto de Lei que reserva cotas em vagas no SINE para mulheres vítimas de violência doméstica acompanhando esse link. Por enquanto, o PL 3878/20 está com status de “aguardando Despacho do Presidente da Câmara dos Deputados”.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Imagem destacada: Twin Design, via Shutterstock.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais