Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Não tenho carteira assinada, devo declarar o Imposto de Renda? Confira

Em breve, tem início o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda. Confira se aqueles que não têm carteira assinada devem enviar!

Na próxima semana, tem início o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2024. Dessa forma, todos os trabalhadores que cumprem com os critérios para a declaração, incluindo aqueles sem carteira assinada, devem declarar o Imposto de Renda. 

Assim, entre os critérios, está a obrigatoriedade para quem recebeu em 2022 rendimentos tributáveis superiores a R$ 30.639,90, seja empregado formal ou informal. Dessa forma, será preciso realizar a entrega da declaração até o dia 31 de maio de 2024.

Veja também:

Pedidos de demissão batem recorde e vão a 7,3 milhões em 2023

Declaração de MEIs

Além disso, para os autônomos que se enquadram como Microempreendedores Individuais (MEIs), além da declaração do Imposto de Renda, há ainda outra obrigação: a Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI). Assim, a data final para a entrega desta declaração também é 31 de maio. Confira o passo a passo para entregar a declaração anual do MEI:

  • Acessar o site da Receita Federal;
  • Informar o número do CNPJ;
  • Selecionar o ano;
  • Clicar em “Continuar”;
  • Informar os valores referentes ao ano anterior;
  • Informar se teve funcionário no ano em questão;
  • Finalizar a declaração e salvar o comprovante de entrega.
Homem pensativo ao lado do símbolo da Receita Federal
Imagem: Dean Drobot / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

Quem deve declarar o Imposto de Renda

Por fim, é importante destacar que aqueles que trabalham independentemente da carteira assinada, devem entregar a declaração do Imposto de Renda 2024 se enquadrarem nas seguintes situações:

  • Receberam mais de R$ 30.639,90 em 2023;
  • Tiveram movimentação acima de R$ 40 mil na bolsa de valores
  • Possuem bens, cujo valor seja a partir de R$ 800 mil;
  • Tiveram uma receita bruta anual na atividade rural maior que R$ 153.199,50;
  • Obtiveram rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte no valor de mais de 200 mil, como bolsas de estudo e indenizações trabalhistas.

Imagem: Dean Drobot / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital