Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Novas profissões criadas pelo Metaverso já têm alta demanda

0

O termo Metaverso ficou em alta após o Facebook, em 2021, anunciar seu objetivo de se transformar em uma “empresa de metaverso” em aproximadamente cinco anos. Desde o comunicado, algumas mudanças já foram realizadas.  

Atualmente, esse novo universo ainda não é tão conhecido pelo público em geral, apesar da atenção e das discussões que podem ser encontradas no espaço virtual, como redes sociais, comunidades online, sala de bate-papo e outros.  

É provável que você também goste:

McToken: McDonald’s pode lançar seu token no metaverso

7 novas profissões que o Metaverso vai gerar para você ficar de olho

A promessa do Metaverso é realizar uma junção dos mundos real e virtual. Além disso, as pessoas têm a possibilidade de interagir, estudar, trabalhar e conquistar uma vida social por meio do uso de seus avatares dentro do universo.

Esse conceito não está distante da realidade e já está dando espaço para alguns profissionais ganharem destaque. 

Quais são as novas profissões criadas pelo Metaverso?

Em nota ao IstoÉ Dinheiro, a Tatiany Melecchi, que é CEO da Consultoria Transforma People & Performance, explica que para ajudar no desenvolvimento do Metaverso já existem cargos direcionados para esta área. 

Portanto, entre os funções desenvolvidas para a criação do Metaverso estão:

  • Cibersegurança;
  • Criação de hardware;
  • Desenvolvimento visual.

Segundo Melecchi, as funções de construtor de mundos e desenvolvedor de avatares podem ser ótimas para quem é programador de jogos e também para designer. 

A especialista explica, ainda em nota, que os construtores são os responsáveis pelo desenvolvimento dos mundos, parques, empresas e todas outras localidades. Os desenvolvedores de avatares são os que criam todos os visuais que os indivíduos terão a possibilidade de escolher para representá-los dentro da plataforma. 

Enquanto isso, os construtores de hardware do Metaverso são os que têm a responsabilidade de desenvolver sensores, luvas, câmeras, headsets e óculos virtuais (VR) utilizados pelas pessoas para uma maior imersão no universo. 

Metaverso: a demanda de profissionais é alta no Brasil?

Para Tatiany, o Brasil não possui muitos trabalhadores na área da tecnologia. Por conta disso, diversas empresas estão lidando com a frequente dificuldade em achar profissionais qualificados no setor. 

A CEO, ainda para o IstoÉ Dinheiro, também ressalta que a introdução do metaverso pode tornar o mercado nacional movimentado. Até 2024, serão precisos 70 mil profissionais especializados para ocupar todas as vagas disponibilizadas, sendo que o Brasil apenas capacita 46 mil pessoas, por ano, para trabalhar na área.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Tumisu / Pixabay.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar