Novo Minha Casa Minha Vida vai permitir aluguel por valor simbólico

0

Novo Minha Casa Minha Vida vai permitir aluguel por valor simbólico. O programa Minha Casa Minha Vida será remodelado e ainda ganhará um novo nome, segundo o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

É provável que você também goste:

Quinto Andar facilita aluguel de imóveis livre de burocracia e sem fiador.

Minha Casa Minha Vida pode se chamar Casa Brasil, incluindo baixíssima renda.

Novo Minha Casa Minha Vida vai permitir aluguel por valor simbólico

Os beneficiários do Minha Casa Minha Vida com menor renda, portanto, terão que alugar imóveis do governo por um valor simbólico. Ou seja, não mais solicitar um financiamento para aquisição da casa própria.

Nova versão do programa remodelada e com novo nome deverá ser anunciada, em julho, pelo governo Jair Bolsonaro. Contudo, as mudanças valerão para apenas os mais pobres, que acessam o programa por meio das chamadas “faixa 1” (para família com renda até R$ 1,8 mil) e “faixa 1,5” (com renda até R$ 2,6 mil). Segundo o ministro, na faixa 1, onde entram os subsídios mais pesados para aquisição do imóvel (o governo chega a bancar mais de 90% do valor), foi identificada maior parte das falhas do programa.

As irregularidades da comercialização de casas é um dos principais problemas identificados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Em alguns casos, por exemplo, muitas famílias que se habilitam ao faixa 1 do Minha Casa Minha Vida, cujas parcelas de empréstimo variam de R$ 80 a R$ 270, acabam vendendo seus imóveis a terceiros para ganhar algum dinheiro. Isso acaba fazendo eles voltarem à condição de vulnerabilidade.

Essa alteração do Minha Casa Minha Vida, portanto, foi articulada para justamente impedir essa falha. Até porque a família poderá morar no imóvel, mas sem o direito de posse. Ou seja, no papel, a moradia continuará pertencendo ao Estado.

Enfim, gostou da notícia sobre o Minha Casa Minha Vida?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar