Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Nu Ultravioleta: Nubank lança fundos de investimento a partir de R$ 100

Saiba como funcionam os fundos de investimento Nu Ultravioleta Ações e Nu Ultravioleta Mercado.

0

Na manhã desta terça-feira (13), o Nubank anunciou dois novos fundos de investimento: o Nu Ultravioleta Ações e o Nu Ultravioleta Mercado. Esses são os primeiros investimentos do banco digital na Easynvest by Nubank. Os fundos tem aplicação a partir de R$ 100 e não cobram taxa de administração.

Nu Ultravioleta: Nubank lança fundos de investimento a partir de R$ 100

Os fundos Nu Ultravioleta chegam ao mercado após o super lançamento do novo cartão do banco digital. Por meio desses novos investimentos, o Nubank deseja transformar a categoria premium de serviços financeiros. 

De acordo com Fernando Miranda, líder da área de investimentos da empresa, “os fundos Nu Ultravioleta foram desenvolvidos para clientes que buscam rendimentos mais elevados e um excelente histórico na estratégia de diversificação de suas carteiras”.

Os dois fundos unem grandes gestoras do mercado, mas não exigem aportes iniciais altos, nem mesmo um volume de dinheiro já investido. Assim, o banco digital deseja tornar mais democrático o mundo dos investimentos. 

Como funcionam os fundos de investimento do Nubank?

Os novos produtos do Nu Ultravioleta são fundos de fundos. Ou seja, fundos criados pela gestora do Nubank, que aplicam em cotas de outros fundos de investimento. Enquanto o Nu Ultravioleta Ações possui fundos de ações, o Nu Ultravioleta é composto por fundos multimercado.

Ambos os produtos têm investimento inicial de R$ 100, bem como não cobram taxa de administração. Além disso, englobam os fundos de gestoras mais sofisticadas, como a Verde, Constellation, Bogari, SPX e Absoluto Partners.

Um dos grandes atrativos dos fundos Nu Ultravioleta, é esse: o acesso a essas gestoras. É dito isso, pois grande parte delas exige um aporte mínimo de até R$ 50 mil. Ou ainda, mais de R$ 1 milhão investidos, caso a pessoa tente investir individualmente. 

Isenção de taxa

A maior parte dos fundos que compõem o Nu Ultravioleta Ações e o Nu Ultravioleta Multimercado possui taxa de administração. No entanto, o banco digital isenta os clientes da mesma.

Além disso, por meio de uma negociação entre a gestora do banco e as gestoras dos parceiros, grande parte deles “devolve” uma porcentagem de suas taxas – também chamado de “rebate”. Dessa forma, essa porcentagem se torna parte da rentabilidade do fundo e aumenta o potencial de ganhos. Assim, se torna mais barato para a pessoa investir no Nu Ultravioleta do que se ela tentar criar uma carteira com os mesmos fundos por conta própria.

Os fundos Nu Ultravioleta possuem uma taxa de performance e alguns custos de implementação. Todos esses detalhes são explicados dentro da Easynvest by Nubank. Miranda explica: “Associamos a taxa de performance aos resultados efetivos: ganhamos apenas se o cliente ganhar. Também damos visibilidade sobre a composição dos fundos, buscando e avaliando constantemente os melhores gestores em vez de o cliente ter que fazer isso”.

Por ter um grau de risco alto, os fundos se destinam para pessoas que procuram diversificar o seu patrimônio. Ou seja, que pessoas já possuam outros investimentos e que desejam deixar o dinheiro aplicado a longo prazo. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim,  milvocê vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Lais Monteiro / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...