Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

O que acontece se o DAS MEI não for pago?

Entenda as consequências do não pagamento do DAS MEI. Leia e saiba como evitar problemas com a Receita Federal.

DAS MEI, ou Documento de Arrecadação do Simples Nacional, é essencial para manter sua situação regular como microempreendedor individual, conhecido hoje em dia pela sigla MEI. Assim, neste artigo, vamos explorar o processo de pagamento, as consequências do atraso e orientações para evitar problemas.

Dessa maneira, ao realizar o pagamento do DAS MEI é mais do que uma obrigação legal; isso garante acesso aos benefícios previdenciários e mantém a regularidade do CNPJ. Além disso, é a única contribuição mensal requerida para o MEI, abrangendo todos os impostos relevantes e a contribuição ao INSS.

Como realizar o pagamento do DAS MEI?

O pagamento do DAS deve ser efetuado até o dia 20 de cada mês, evitando atrasos e possíveis multas. Existem várias maneiras de fazer esse pagamento:

Celular com a tela do Simples Nacional para realização da DASN-SIMEI DAS MEI
Imagem: Shutterstock / rafapress
  1. Através do Portal do Simples Nacional.
  2. Usando o aplicativo MEI da Receita Federal.
  3. Pelo app MEI Fácil por Neon, que oferece também a opção de débito automático.

O que acontece se você não pagar o DAS MEI?

Deixar de pagar consequências sérias:

  • Inadimplência com a Receita Federal e o INSS.
  • Multa de 0,33% ao dia, até o limite de 20%.
  • Possível cancelamento do CNPJ após dois anos de inadimplência, levando ao cadastro do CPF na dívida ativa.

Para regularizar um DAS atrasado, acesse o PGMEI para emitir uma guia com os acréscimos de multa e juros, seguindo basicamente os mesmos passos para um pagamento regular.

Dicas para manter os pagamentos em dia

Manter o controle financeiro e utilizar os recursos tecnológicos disponíveis são duas estratégias essenciais. Ajustar o pagamento para débito automático e usar aplicativos de gestão MEI podem poupar tempo e evitar erros comuns.

Veja também:

Afinal, como funciona o empréstimo consignado privado?

Seguindo essas orientações, você não apenas garante os benefícios do microempreendedor, mas também contribui para a estabilidade e credibilidade do seu negócio. Lembre-se, estar em dia com o DAS MEI não é apenas uma obrigação, mas um passo importante para o sucesso do seu empreendimento!

Imagem: rafastockbr/ shutterstock.com