Você sabe o que é franquia? Conheça todas as vantagens desse modelo de negócio

0

Modelo de negócio consolidado há anos no Brasil, a franquia consiste em um sistema no qual o franqueador, por meio de contrato, autoriza o empreendedor a utilizar a sua marca, patente, infraestrutura, know-how e direito de distribuição para o comércio. Mas será que vale a pena empreender em uma franquia? Saiba tudo sobre esse tipo de negócio nessa matéria!

É provável que você também goste:

Resultado do FIES 2020/1 é divulgado HOJE. Confira como acessar!

Franquias oferecem a menor taxa de mortalidade entre as empresas

Empreender em 2020: 5 franquias de serviços para investir até R$ 10 mil

Como funciona o sistema de franquia?

De forma simples, o franqueador concede ao franqueado o direito de comercializar o seu produto, seja ele o que for. Portanto, é possível que seja uma marca, serviço ou até mesmo um conceito. Os segmentos atendidos pelas franquias são os mais variados, desde o setor alimentício até o farmacêutico. A concessão dos direitos funciona por meio de um contrato e, claro, do investimento.

Quais os benefícios de uma franquia?

A característica principal e, sem dúvida, o maior benefício da franquia é a capacidade de padronização. Esta característica se dá tanto para processos, quanto produtos. Ou seja, não é necessário quebrar a cabeça desenvolvendo ideias para o funcionamento do negócio, basta seguir os passos instituídos pela franquia investida.

Além disso, alguns outros benefícios são:

  • Possibilidade de trabalhar com uma marca já reconhecida no mercado;
  • Oportunidade de empreender sem necessidade de experiência no segmento escolhido;
  • Troca de experiências com outros franqueados;
  • Segurança de que o estabelecimento tem um nicho de público;
  • Redução dos riscos de início do negócio;
  • Indicação de fornecedores;
  • Foco na gestão do negócio.

Mas as franquias são regulamentadas?

Sim! Este formato de negócio é regulamento no Brasil, garantindo maior segurança tanto para o franqueado, quanto para o franqueador. O modelo é regulamentado pela Lei de Franquias (nº 8.955/94). O Artigo 2º da legislação define o franchising como: “o sistema pelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso de marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços e, eventualmente, também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacional desenvolvidos ou detidos pelo franqueador, mediante remuneração direta ou indireta, sem que, no entanto, fique caracterizado vínculo empregatício.”

Vale a pena investir em uma franquia?

Algumas franquias têm um investimento inicial baixíssimo e são capazes de gerar lucro de forma rápida e segura. Mas é preciso realizar algumas pesquisas relacionadas à aceitação, ambiente e mercado antes de começar a investir, mesmo que o valor muitas vezes seja mais baixo do que o custo de um smartphone.

No Brasil, a Associação Brasileira de Franchising (ABF), determina que o investimento total da franquia é a soma do capital para instalação, a taxa de franquia e o capital de giro. Os números do país em relação à desconfiança atual no mercado seguem em alta. Nos últimos anos, o mercado de franquias cresceu cerca de 10%. O faturamento superou 180 milhões de reais no último ano, reforçando que o segmento de franquias segue como uma opção segura para os investidores.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: GaudiLab, via Shutterstock.

Comentários
Carregando...