Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

O que fazer após ter o saldo do FGTS bloqueado?

Saldo do FGTS bloqueado? Descubra as causas, como desbloquear e dicas para evitar o problema. Garanta o acesso ao seu benefício!

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direito fundamental do trabalhador brasileiro, proporcionando segurança financeira em diversas situações. No entanto, alguns trabalhadores podem se deparar com o saldo do FGTS bloqueado, impossibilitando o acesso ao seu dinheiro.

Existem várias razões pelas quais você pode encontrar seu FGTS bloqueado. Quando isso acontece, é essencial identificar a causa para saber como proceder. Dentre os motivos mais comuns estão o saque-aniversário, pendências judiciais, ou até mesmo o uso do saldo como garantia em empréstimos consignados. Identificar esse motivo é o primeiro passo para resolver a situação.

Veja também:

Netflix que se cuide: Max libera desconto de 50% na assinatura

Por que o saldo do FGTS pode ser bloqueado

Assim, existem diversas razões que podem levar ao bloqueio do FGTS, sendo as mais comuns:

  • Erro nos dados cadastrais: Inconsistências nos dados pessoais do trabalhador, como nome, CPF ou data de nascimento, podem gerar o bloqueio do FGTS;
  • Fraudes e irregularidades: Tentativas de saques fraudulentos ou atividades irregulares na conta do FGTS podem levar ao bloqueio preventivo por parte da Caixa Econômica Federal;
  • Demora na atualização de dados: A falta de atualização de informações importantes, como mudança de endereço ou novo empregador, pode ocasionar o bloqueio do FGTS;
  • Penhora judicial: Dívidas em aberto ou processos judiciais podem levar à penhora do saldo do FGTS, bloqueando o acesso ao dinheiro;
  • Problemas técnicos: Falhas no sistema da Caixa ou instabilidades na plataforma online podem, em casos raros, gerar o bloqueio temporário do FGTS.
Ilustração com a logo do FGTS e um cadeado em cima
Imagem: STILLFX e elimam / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

Como desbloquear o saldo do FGTS?

Por fim, para desbloquear o saldo do FGTS, é fundamental identificar a causa do bloqueio e tomar as medidas adequadas:

  • Corrigir dados cadastrais: Acesse o site oficial ou aplicativo do FGTS (disponível para Android e iOS) e atualize seus dados pessoais, garantindo que estejam corretos e consistentes;
  • Regularizar pendências: Quite suas dívidas em atraso ou resolva pendências judiciais que possam estar bloqueando o FGTS;
  • Comunicar alterações: Informe à Caixa qualquer mudança em seus dados, como novo endereço ou novo empregador, para evitar bloqueios futuros;
  • Entrar em contato com a Caixa: Em caso de bloqueio por fraude ou problemas técnicos, entre em contato com a CEF através do seu site, aplicativo ou agências presenciais para solicitar a revisão do caso e a resolução do problema;
  • Acessar a justiça: Se o bloqueio do FGTS for indevido ou persistir sem solução por parte da CEF, procure um advogado especializado em direito do trabalho para avaliar a possibilidade de ingressar com ação judicial.

Imagem: STILLFX e elimam / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital