Para quem não costuma andar com dinheiro vivo ou quer concentrar gastos no cartão de crédito para ganhar milhas, quanto mais ele puder ser usado, melhor. Na Austrália, por exemplo, já houve uma queda de 16% no uso do dinheiro em espécie. Aqui no Brasil, desde o final de 2018, os pagamentos por aproximação chegaram a mais de 1 milhão de transações mensais. Um dos maiores desafios, porém, para quem coloca tudo no crédito é pagar os custos de transporte público, como trem e ônibus. Afinal, normalmente esses serviços só aceitam pagamento em cartão próprio para transporte ou em dinheiro.

É provável que você também goste:

Conheça 5 fintechs que estão crescendo e podem ameaçar o Nubank

Nubank lança a Nu Investimentos e entra para o mercado de gestão de investimentos

Sicoob lança cartão com anuidade zero, fatura digital e limite a partir de R$ 1000

Em algumas cidades brasileiras, entretanto, já é possível usar o cartão de crédito para passar na roleta do transporte. Em outros locais, há ainda a possibilidade de carregar o cartão do transporte via aplicativo usando o cartão de crédito (como Samsung Pay e Apple Pay). Entre as vantagens para os passageiros, sem dúvida estão a agilidade e a praticidade em não precisar ir até o caixa eletrônico sacar dinheiro. Para as empresas de transporte, isso pode diminuir o número de assaltos em ônibus, por exemplo.

Confira quais são as principais cidades e se programe para ganhar mais pontos e milhas:

São Paulo/SP

Alguns ônibus da capital paulista já aceitam cartões de crédito nos pagamentos por aproximação. Essa tecnologia está presente nos cartões do Nubank e pulseiras do Santander, por exemplo. Esse tipo de pagamento é aceito somente em alguns ônibus das seguintes empresas: Transunion (Linha 2590/10), Movebuss (Linha 4031/10), Transwolff (Linha 6030/10), Viação Gato Preto (Linha 917M/10 e 917M/31), Ambiental Transporte (Linha 2002/10), Transpass (Linha 715M/10), Viação Metrópole (Linha 908T/10), Sambaíba (Linha 9300/10), Viação Santa Brígida (Linha 9500/10), Mobibrasil Transporte (Linha 5129/10 e 5129/41), Auto viação Transcap (Linha 807M/10) e Viação (Linha 675R/10).

Rio de Janeiro/RJ

Enquanto essa tecnologia está presente nos ônibus de São Paulo, no RJ está nos ônibus e nos trens. O MetrôRio em 2019 passou a aceitar pagamentos via celular, cartão de crédito, pulseira e relógio com a tecnologia contactless. Esse tipo de pagamento é aceito nas 41 estações e foi fruto de uma parceria com a Visa.

A seguir, listamos as linhas de ônibus da Supervia que também passaram a aceitar pagamentos em cartão de crédito por aproximação: Central Do Brasil, Madureira, Cascadura, Piedade, Nilópolis, Duque De Caxias, Belford Roxo, São Cristóvão, Deodoro, Maracanã e Engenho De Dentro.

Nos ônibus, porém, a iniciativa começou a enfrentar problemas e falta de adesão poucos meses depois de iniciar, então não está em pleno funcionamento nos dias de hoje, segundo usuários do Nubank em um fórum no site da fintech. Apesar disso, na cidade, o crescimento do número de pagamentos por aproximação registrou alta de 2000% de 2018 para 2019, conforme levantamento da Visa.

Curitiba/PR

Esse meio de pagamento está chegando ao transporte público de Curitiba agora em 2020. Os passageiros, com os novos ônibus que circularão na cidade, poderão passar na roleta usando cartão de crédito, débito ou o celular.

“Dentro de seis meses, todos os ônibus do sistema de transporte coletivo de Curitiba estarão prontos para oferecer as novas funcionalidades aos passageiros”, disse em entrevista Pedro Maia Neto, presidente da Urbs Ogeny. Os ônibus da capital paranaense transportam 1,23 milhão de passageiros por dia.

Porto Alegre/RS

Em 2017, os ônibus da capital gaúcha realizaram testes para permitir a compra de passagens na hora com cartão de crédito. Essa funcionalidade ainda não está nos ônibus, porém existe a possibilidade de usar o cartão de crédito no aplicativo.

Pelo app do cartão de passagens Tri, é possível fazer uma recarga usando cartão de crédito e usar esse saldo em ônibus da capital, além dos trens. Também é possível gerar um boleto por esse aplicativo e pagá-lo com o cartão usando apps de pagamento como o Picpay.

Sobre os trens, também foi realizado um projeto piloto em 2017 para a aquisição de créditos por cartão, por meio de uma máquina na estação Mercado. Para se tornar algo definitivo, porém, ainda é aguardada uma licitação.

Salvador/Bahia

Na capital baiana, não é possível o uso do cartão de crédito na catraca diretamente. Porém, há caixas eletrônicos nas estações de metrô para que os passageiros possam recarregar os cartões que usam no transporte público. São aceitas as bandeiras Visa, Mastercard, Elo e Hiper.

O principal objetivo da empresa de transportes passar a aceitar o cartão de crédito como meio de pagamento nas maquininhas é que muitas vezes ela rejeitava notas, por estarem amassadas ou danificadas, causando transtornos aos passageiros.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: <https://www.pexels.com/photo/architecture-chairs-city-commuter-302428/>