Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

4 passos para escolher o melhor cartão de crédito para você

Entenda qual é o seu perfil de consumo e quais pontos levar em consideração na busca pelo cartão ideal.

0

Entenda qual é o seu perfil de consumo e quais pontos levar em consideração na busca pelo cartão ideal. Contratar serviço de crédito é algo natural para quem tem uma vida financeira ativa e o mais procurado é o cartão de crédito. Entretanto, com tantos serviços e produtos no mercado, é possível identificar o melhor cartão? E o perfil de consumo do cliente, qual é?

Continue lendo e aprenda 4 passos fáceis para escolher o melhor cartão de crédito.

Qual o meu perfil de consumo

Antes de escolher o cartão de crédito certo, é preciso conhecer o seu perfil de consumidor. Isso mesmo: uma relação de informações que dizem quem o cliente é e como se comporta em um cenário de gastos.

Seja membro

Atualmente, este perfil passa por notáveis mudanças, porque é a internet que dá as referências do que é bom e atrativo de se comprar. No entanto, para o consumidor atento, esse consumo é aquele que atende às suas necessidades.

Por outro lado, o próprio portador do cartão deve medir e pesar as informações compatíveis, como:

  • Renda média mensal: muitos bancos exigem uma renda mínima, mas de qualquer forma essa renda dará bases para o limite de gastos e para o pagamento da fatura;
  • Hábitos de gastos: a frequência e como se controla o que gasta reflete nas contas geradas;
  • Desejos e necessidades: é o produto ou serviço adquiridos que podem ser atendidos pelos bônus e programas de vantagens;
  • Compatibilidade com os dias de fechamento da fatura: se o consumidor costuma cair no rotativo;
  • Mobilidade: conforme a rotina do perfil do consumidor, ter acesso rápido às transações de crédito pelo celular é essencial.

Passo 1: Pesquise quais são os melhores cartões de crédito para você

O primeiro passo para escolher um cartão, é fazer uma pesquisa em que se leva em consideração as características e diferenciais. Além de, é claro, suas taxas e demais números impressos na fatura. 

Quais os critérios para escolher um cartão de crédito?

Os critérios estão relacionados às funcionalidades e utilidades que chamam a atenção do futuro portador. Confira os 5 que são a “carta de visita” de todo cartão.

Limite

Quanto posso gastar em um cartão? É a pergunta para saber o limite que o fornecedor oferece. Geralmente, já fica disponível um valor, e com o tempo de consumo e pagamentos pode ser ampliado.

Juros

É o valor cobrado pelo crédito que não foi pago na data da fatura do cliente. Ele é indicado através de um percentual acima daquele valor vencido e aparece como juros do rotativo.

O rotativo é, normalmente, uma armadilha para quem prefere pagar o valor mínimo ou parcial de uma fatura, pois o que restou da parcela voltará na próxima e já com os juros.

Para escolher um cartão, portanto, é interessante saber as taxas com que o emissor trabalha.

Vantagens

Com um perfil de gastos equilibrado, o dono do cartão pode usufruir de benefícios e vantagens, como programas de pontos (a serem acumulados no score, inclusive), descontos em lojas parceiras e muitos outros.

Anuidade

Anuidade é uma taxa de manutenção, definida pelo Banco Central, sobre o serviço de crédito. É uma das tarifas que mais incomodam os usuários de cartão de crédito, pois é cobrada todos os meses. 

Contudo, é o critério tido como um diferencial quando um banco (mais comum em empresas como a Nubank) resolve zerar sua cobrança.

Bandeira

A Bandeira é o mais importante serviço de parceria em um cartão, pois a empresa que leva seu nome regula e padroniza os estabelecimentos que aceitam a transição.

As bandeiras mais conhecidas são: Mastercard, Visa, American Express, Elo, Hipercard, Alelo e Diners Club.

Como escolher o melhor cartão de crédito de acordo com os meus critérios?

O consumidor que pesquisa as melhores vantagens, as taxas mais baixas, a prestação de serviços e produtos, além do bom atendimento, consegue decidir com mais facilidade. Afinal, se trata de atender aos critérios e necessidades dos clientes.

Passo 2: Considere o seu score de crédito

Decidir qual cartão adquirir não é o único passo para tê-lo em mãos. O banco, ou instituição financeira, também possui seus métodos para aceitar ou não um novo cliente. Isso é feito através da análise de score de crédito.

Pesquise no Serasa o seu Score

Ao solicitar um cartão, os dados e informações financeiras do cliente são analisados antes. Inclusive, o próprio solicitante pode se antecipar e fazer uma pesquisa no Serasa para conhecer melhor seu score.

No portal do Serasa Score é possível consultar, assim o consumidor se organiza na hora de pedir crédito. A pontuação do score é feita pelo Serasa, que por sua vez faz um cálculo com base nos dados informados.

Cartões para Score Baixo

Quem tem score baixo recebe até 300 pontos, o que é visto como pouco provável de conseguir crédito. Mesmo assim, existem cartões de crédito que podem ser compatíveis ao pagador de score baixo.

Cartão Inter Mastercard Standard

Cartão de crédito banco Inter Mastercard

O cartão Inter Mastercard Standard tem anuidade grátis e renda mínima compatível com o salário mínimo. O consumidor de score baixo, após aprovado, poderá acumular pontos se aderir ao programa Surpreenda da bandeira.

Neon Visa Classic

Cartão de crédito Neon Visa Classic

As vantagens do Neon Visa Classic são: anuidade gratuita, sem renda exigida, cartão virtual e controle de gastos pela conta digital.

Cartões para Score Alto

O perfil com score alto tem as maiores chances, pois varia entre 700 e 1.000 pontos. Para esta pontuação, as empresas de crédito confiam que se trata de um bom pagador, pois seu cadastro é positivo.

Internacional Nubank Mastercard Gold ou Platinum

Cartão de credito platinum ou gold

O Nubank Mastercard oferece anuidade zero, milhões de estabelecimentos para usá-lo e benefícios interessantes que podem variar para o Gold ou Platinum.

Quem é Gold tem mais garantias e seguros quanto a proteção de preços e compras. Já o Platinum atrai pelas ofertas internacionais e serviços para viagens.

Passo 3: Elimine opções negativas

Na busca pelo cartão ideal, ajuda muito eliminar aqueles que apresentam características não interessantes para seu perfil. Analisar as tarifas que serão cobradas e seus valores, por exemplo, é uma boa dica.

Além dos temíveis juros, são incluídas como tarifas os valores sobre serviços extras, como 2ª via, saques na função crédito, parcelamento e o próprio juros rotativo. É importante eliminar também o cartão que tenha limite ajustado.

Como identificar cartões com altos juros?

Os altos juros de um cartão de crédito são vistos como o primeiro ponto negativo. Para saber os valores e porcentagens cobrados acima do crédito ou de atrasos, deve-se buscar por tabelas explicativas.

As tabelas podem ser encontradas no site do banco ou instituição, uma vez que é o Banco Central que exige uma transparência sobre cobranças acumulativas.

Por falar no BC, são publicados na rede relatórios anuais que contém essas informações.

Como identificar cartões com limite reduzido?

É importante percorrer pelo site do cartão para entender como funciona a liberação de crédito e o limite. Geralmente, uma renda mínima é exigida. Em outros casos um limite já fica disponível para gastos.

Ao utilizar o limite oferecido, o consumidor pratica suas movimentações e pagamentos de forma coerente. Como resultado, o cliente consegue reajustar ou aumentar o crédito.

Portanto, informações sobre o quanto pode ser gasto e se pode ocorrer redução são expressos pela empresa que fornecerá o cartão.

Passo 4: aplique para o seu cartão de crédito

Depois de pesquisar com base nos critérios estabelecidos, o cliente pode aplicar os resultados em suas escolhas. As próximas instruções são sobre como fazer a solicitação. 

Como pedir um cartão de crédito?

Se o cliente ainda não conhece seu score, o banco pedirá um cadastro que informe dados pessoais e financeiros. Esses dados passarão por análise de crédito para determinar se o perfil do consumidor será aprovado ou não.

Alguns bancos exigem abertura de conta (digital) para facilitar o pedido de um cartão de crédito. É possível solicitar pela web ou por um aplicativo correspondente.

O que fazer quando um cartão de crédito é negado?

Como explicado no passo 2, o score de crédito é o método pelo qual o banco decide a liberação. Quando o contratante não atende esses requisitos, ele tem o pedido negado.

Veja quais são os impedimentos e o que fazer quando isso acontecer:

 

  • Score baixo: o banco entende que este consumidor não tem compromissos em pagar o que gastou. Para conseguir mais pontos, deve-se pagar as contas em dia, não fazer muitos pedidos de crédito de uma só vez e atualizar sempre os dados junto ao Serasa.

 

  • Informações incorretas: na hora de preencher o cadastro, o solicitante deve se atentar para não informar dados errados, como a renda. Isso pode ocasionar divergências e atrapalhar a aprovação.

 

  • Nome sujo: o banco terá acesso ao histórico do cliente e verá que o nome sujo é um problema. Significa que mesmo com um score atrativo, a pessoa foi inadimplente em algum momento. Assim, o banco já evita este tipo de cliente.

 

  • Perfil não existe na praça: o último caso é quando a análise de crédito não encontra o perfil informado. Ou seja, quando não há gastos, boletos, contas bancárias para dizerem quem o cliente é. Para não ser negado, basta provar suas contas de água e luz pagas e movimentos bancários.

Quais são os melhores cartões de crédito para o Seu Crédito Digital?

Qualquer tipo de usuário, seja com score baixo ou alto, pode realizar um cadastro e solicitar um cartão de crédito. Ao seguir os 4 passos deste artigo, o contratante pode se adaptar ou aprimorar seu perfil de consumidor.

Se o leitor do Seu Crédito Digital ainda não sabe por qual cartão começar, é interessante conferir essa lista que preparamos:

 

Novo cartão do Banco Santander, que tem os mesmos benefícios do antigo Santander Free. Entre eles estão: adesão ao programa Vai de Visa, uso do cartão digital até que o físico chegue, descontos com o Santander Esfera e dois tipos de renda mínima.

O SX Visa Gold se diferencia do Free por dar anuidade zero quando o cliente gasta acima de R$ 100 em faturas.

Cartão de crédito Santander visa

 

  • Nubank  Mastercard

O roxinho é a marca registrada da Nubank, fintech inovadora no mercado de cartões. Com ele o usuário controla gastos, ajusta seu limite e antecipa pagamento de parcelas, tudo pelo app moderno e prático.

O contratante não paga nenhuma anuidade e ainda participa do Mastercard Surpreenda e Nubank Rewards.

Cartão de crédito Nubank

 

  • Cartão de crédito C6 Bank Mastercard

Com o C6 Bank, faz-se compras no exterior e ganha vantagens pela bandeira Mastercard. Para cada pagamento pelo Programa Átomos, pontos são acumulados e trocados por milhas.

Não há anuidade e pode ser solicitado 1 cartão adicional, sem taxas.

Cartão de crédito C6 Carbon Mastercard black

 

  • Cartão Inter Gold

Pela bandeira Mastercard, o cliente participa do Surpreenda para acumular pontos e benefícios. O cartão possui uma das novidades do setor, que é o cashback: 0,25% é devolvido ao consumidor sobre a fatura.

Um diferencial é poder adicionar até 4 cartões, mesmo que tenham o mesmo limite.

Cartão de crédito Banco Inter Mastercard Gold

 

  • Cartão Méliuz Mastercard

Cartão de crédito Méliuz Mastercard

O cashback do Méliuz é de até 1,8% sobre o valor da compra. Entretanto, se o usuário fizer compras em lojas virtuais que sejam parceiras, o dinheiro volta calculado em 1% em cada compra.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

imagem: Geobor / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.