Conheça 4 pegadinhas que muita gente cai na Black Friday e fuja delas

0

A Black Friday é uma data que os lojistas se aproveitam para fazer diversas promoções e o mercado realmente se aquece. Os consumidores vão enlouquecidos para as lojas fazer compras aproveitando desses descontos. No entanto, muitos deles, acabam caindo em pegadinhas e acham que estão fazendo um excelente negócio. Por isso, conheça 4 pegadinhas que muita gente cai na Black Friday e fuja delas.

Leia também:

Black Friday: como estornar uma compra no cartão de crédito?

Conheça 4 pegadinhas que muita gente cai na Black Friday e fuja delas

1) Quando o cliente vai pagar, o valor é maior

Os consumidores encontram boas promoções, decidem comprar e quando vão pagar, o preço não é bem aquele que estava anunciado.

Dica: Fotografe todos os passos da compra, desde quando você foi “fisgado” até a hora em que você concluiu a compra. Ou seja, tire a foto do preço do produto, nome da loja, data e horário. Isso fará você ter menos trabalho na hora de registrar alguma reclamação em órgãos de defesa do consumidor.

2) Valor do frete muito alto

Por vezes, o consumidor acha o valor de um determinado produto bem barato. No entanto, na hora que vai pagar, o frete é extremamente caro, o que acaba não compensando a compra.

Dica: Pesquisa afundo não só o preço, mas também o frete antes de efetuar a compra. Até porque muitos sites disponibilizam uma simulação do frete e o tempo estimado para a entrega.

3) Descontos surreais em sites falsos

Devido a Black Friday ser bastante conhecida por ter diversas promoções, os golpistas se aproveitam da data para atrair o consumidor usando sites falsos. Eles, obviamente, não entregam o produto, enviam um item falso ou, ainda, roubam dados pessoais e bancários do consumidor.

Dica: Sempre verifique a autenticidade do site. Confira informações se ele é confiável e não há muitas reclamações contra ele. Confira também se a empresa fornece dados como CNPJ e se está ativo, telefone, email, política de troca e endereço. Se não houver esses dados, recomenda-se não comprar.

4) Promoção da “metade do dobro”

Esta é clássica da Black Friday. Ou seja, as lojas aumentam o preço do produto antes da data e no dia da Black Friday eles diminuem o preço novamente. Isso é considerado, no entanto, maquiagem de preço. Essa tática foi adotada em edições anteriores e por isso que a data foi apelidada de “Black Fraude”.

Dica: O consumidor que não quer cair nesse golpe, precisa ir monitorando o preço há algum tempo. Se por acaso você não fez isso, poderá usar sites de comparação, eles mostram o histórico de preço do item, e você poderá ver quanto ele custava nos últimos meses.

Considerações Finais

Portanto, tenha bastante cuidado e analise afundo o site que você estiver entrando para fazer alguma compra. É preciso tomar certas precauções para não cair em golpes que podem lhe dar problemas no futuro. Por isso, é muito importante verificar se o site é confiável, além de ter o cuidado com os preços, sempre comparando-os afim de não cair em pegadinhas.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar