Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Petrobrás desmente Bolsonaro e volta do vale-gás pode não acontecer

No último final de semana, a Petrobras afirmou que não tem os R$ 3 bilhões disponíveis que o presidente cita.

0

Após a fala do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, de que queria trazer de volta o vale-gás, a Petrobras veio a público rebater o chefe do Executivo. De acordo com um comunicado expedido no final de semana, a empresa alega que não tem definições sobre essa implementação. A Petrobras afirma que não tem nenhuma possível participação em eventuais programas sociais destinados ao gás de cozinha no Brasil. Em suma, Bolsonaro afirmou que a estatal tem uma reserva de R$ 3 bilhões para financiar o pagamento de um vale-gás.

Petrobrás desmente Bolsonaro e volta do vale-gás pode não acontecer

De acordo com a Petrobras, a empresa adota os preços de venda de GLP alinhado aos mercados competidores. Além disso, a estatal diz que segue em contato com o Ministério de Minas e Energia, com relação a eventuais programas para as famílias vulneráveis. Entretanto, até o momento, as discussões não chegaram a nenhuma conclusão.

“Não há definição quanto à implementação e o montante de participação em eventuais programas. Qualquer decisão estará sujeita à governança de aprovação e em conformidade com as políticas internas da companhia”, afirma a estatal.

Seja membro

Na última sexta-feira (30), Bolsonaro disse, em entrevista ao Programa do Ratinho (SBT), que a Petrobras tem R$ 3 bilhões para custear as despesas do vale-gás. Dessa forma, a população de baixa renda, seria contemplada com esse programa.

De acordo com Bolsonaro, “O novo presidente da Petrobras, o general Silva e Luna, está com uma reserva de aproximadamente 3 bilhões de reais para atender realmente esses mais necessitados… Seria um vale-gás, seria o equivalente — no que está sendo estudado até agora— a um bujão de graça a cada dois meses”.

Por fim, em sua nota, a Petrobras diz que “como resultado de sua estratégia e seu compromisso de geração de valor”, já distribuiu cerca de R$ 10,3 bilhões em dividendos em 2021. Desses, R$ 3 bilhões de reais se destinam ao acionista controlador, o governo federal.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Joa Souza / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.