Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Pix foi o meio de pagamento que mais cresceu ao longo do ano, aponta BC

Estatísticas divulgadas pelo Banco Central mostram avanço significativo do Pix em relação aos meios de pagamentos. Veja!

Neste ano, o Pix completa 3 anos existência. Desde 2020, o sistema de instantânea tem se popularizado cada vez mais entre os brasileiros já pode ser considerado um dos principais meios de do país. 

Inclusive, de com divulgados pelo Banco Central, quando se trata formas de pagamentos e transferência, a ferramenta foi a que apresentou o maior crescimento ao longo deste ano. 

Desde janeiro, o Pix caminha em uma trajetória de ascensão, com poucas quedas. No último mês de outubro, o sistema atingiu o seu maior patamar histórico e chegou a mais de 4 milhões de transações financeiras. 

Pix se destaca entre os outros meios de pagamentos

Em relação aos outros meios de pagamentos e disponíveis aos brasileiros, o Pix obtém o maior destaque nos últimos meses. Opções como , , DOC, Cheque e TEC registraram resultados lineares no período, ou seja, sem crescimentos significativos desde janeiro de 2023. 

Para se ter ideia, no que se refere à quantidade mensal, com base nos dados do último mês de outubro, os números foram os seguintes:

  • Boleto: + 362 mil;
  • TED: + 71 mil;
  • DOC: + 1 mil;
  • Cheque: + 12 mil;
  • TEC: + 664. 

No entanto, sob a perspectiva de valores em reais, o Pix fica abaixo do TED em outubro. No mês em questão, o recurso atingiu R$ 1.666.872, contra R$ 3.325.168. Vale lembrar que o TED é uma modalidade também de transferência, disponível há anos no país. 

Veja também:

Plataformas digitais de investimento ganham espaço entre os brasileiros; confira

Celular com a logo do Pix na tela e diversas notas de R$ 50,00 ao fundo.
Imagem: Alexandre Tavares Silva / shutterstock.com

Dados trimestrais

Ademais, quando considerado os dados trimestrais, o Pix segue como método de pagamento e transferência com o principal destaque em quantidade, com uma curva de ascensão ao longo de 2023.

Em contrapartida, em relação ao valor em Reais, o sistema de transferência instantânea fica abaixo do TED e das transferências interbancárias no 3T23. No período, as ferramentas registraram R$ 10.635.242, R$ 4.737.819 e R$ 3.902.196, respectivamente. 

Imagem: Alexandre Tavares Silva / shutterstock.com