Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

PL prevê que estudante em dia com o Fies terá o mesmo desconto de quem tem parcelas atrasadas

Projeto de Lei iguala descontos no Fies para todos os estudantes. Saiba mais sobre essa proposta e seus impactos no ensino superior!

Em um movimento que promete reconfigurar o cenário do financiamento estudantil no Brasil, um recente projeto de lei visa ampliar os benefícios já existentes para os estudantes com dívidas atrasadas do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), incluindo agora aqueles que mantiveram pagamentos em dia. Se aprovado, o Projeto de Lei 1306/24 irá alterar significativamente a legislação vigente.

Atualmente, a lei oferece descontos significativos para aqueles que estão com pagamentos do FIES atrasados há mais de um ano. Estas condições especiais permitem reduções que podem chegar a 99% do saldo devedor, especialmente para estudantes em situações de vulnerabilidade socioeconômica. Essa situação, no entanto, deixa de lado os estudantes que cumpriram com suas obrigações regularmente.

Qual é a justificativa para essa iniciativa do FIES?

Imagem de uma mão segurando uma caneta enquanto escreve em uma folha de papel. No lado direito da imagem, há a logo do Fies.
Imagem: Andrey_Popov / shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

A deputada Dayany Bittencourt, autora da proposta e representante do União-CE, defende que a medida é uma forma de promover justiça social e igualdade. “Estes estudantes demonstraram grande comprometimento em honrar suas dívidas educacionais, e é essencial que o sistema reconheça e valorize esse esforço”, comenta a deputada.

O projeto propõe que esses descontos se estendam também aos pagadores pontuais, garantindo que todos os beneficiários do FIES, independentemente de sua condição de pagamento, tenham acesso às mesmas oportunidades de quitar suas dívidas sob condições mais favoráveis. Esta mudança é vista como uma estratégia para incentivar a adimplência futura, fortalecendo o fundo a longo prazo.

Quais são os próximos passos para a aprovação?

  • Avaliação pelas comissões de Educação;
  • Análise pela Comissão de Finanças e Tributação;
  • Exame pela Comissão de Constituição e Justiça e pela Cidadania.
  • Aprovação pelo Senado para tornar-se lei.

O entendimento é que a revisão nas condições do FIES poderá diminuir a inadimplência futura, uma vez que estudantes verão mais vantagens em manter os pagamentos em dia. Essa mudança é essencial para o fundo manter sua sustentabilidade financeira, além de corrigir uma distorção que atualmente desfavorece quem honra seus compromissos.

Veja também:

Julgamento da reforma da previdência é suspenso por Gilmar Mendes

Com a proposição caminhando para discussão nas comissões designadas e posterior apreciação no Senado, a comunidade acadêmica e os estudantes de todo o país acompanham atentamente os desdobramentos dessa iniciativa, esperançosos por mudanças que promovam equidade e justiça no financiamento estudantil brasileiro.

Imagem: Andrey_Popov / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital