Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Pronampe: recursos devem ser liberados nesta segunda-feira (05)

Programa se tornou permanente em 2021, após votação no Congresso

0

Após quase dois meses de sua aprovação, o projeto que tornou o Pronampe permanente deve começar a receber os primeiros recursos. O dinheiro está para ser liberado nesta segunda-feira, dia 5 de julho. Lembrando que os valores serão destinados a micro e pequenas empresas, e contam com um aporte de R$ 5 bilhões no Fundo Garantidor de Operações (o FGO). Em resumo, é ele quem presta garantia aos empréstimos. Para saber mais, continue a leitura.

Pronampe: recursos devem ser liberados nesta segunda-feira (5)

Dessa forma, com a volta do Pronampe, o objetivo e a expectativa do Ministério da Economia é que esse aporte se torne até R$ 25 bilhões em empréstimos na mão das instituições financeiras. Ou seja, resultando no conhecido “efeito da alavancagem”. De acordo com matéria da Agência Brasil, já estariam disponíveis mesmo a partir da última sexta-feira (2) cerca de R$ 6,3 bilhões em crédito pelo programa às empresas.

Importante dizer que o dinheiro será emprestado pela Caixa Econômica Federal, que teve a ampliação do orçamento para a linha de crédito autorizada pelo FGO, fundo que cobrirá eventuais inadimplências nos contratos do Pronampe. Por fim, a Caixa também emprestou, desde o ano passado, R$ 15,6 bilhões para o programa, que tornou-se permanente agora em 2021.

Quem tem direito aos empréstimos?

Em geral, podem contrair empréstimos no Pronampe microempresas com receita bruta de até R$ 360 mil ou pequenas empresas com receita bruta de até R$ 4,8 milhões em 2020. Além disso, as operações têm 48 meses, com 11 meses de carência e possibilidade de  financiamento em 37 parcelas.

Quanto aos juros, eles equivalem à taxa Selic (juros básicos da economia), mais 6% ao ano. A Selic hoje está em 4,25% ao ano. Ela foi definida no dia 16 de junho de 2021 pelo Copom, que decidiu subir a taxa 3,5% para 4,25%. Essa foi a terceira alta consecutiva de 0,75 pontos percentuais. Por fim, cada empresa poderá pegar até R$ 150 mil em crédito, somadas as operações já contratadas. Saiba mais.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

imagem: Studio Maya / shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...