Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Quando a restituição do Imposto de Renda voltará a ser paga?

Descubra as Datas de Pagamento da Restituição do Imposto de Renda e Prepare-se para o Recebimento. Confira Aqui!

O Imposto de Renda é um tributo anual obrigatório no Brasil, pago por indivíduos e empresas com base em seus rendimentos do ano anterior. Após a declaração do imposto, muitos contribuintes têm direito à restituição, ou seja, ao reembolso de valores pagos a mais durante o ano.

Este processo de restituição é ansiosamente aguardado por muitos brasileiros, pois pode representar um alívio financeiro significativo. No entanto, a data de liberação desses valores pode variar, gerando dúvidas e expectativas entre os contribuintes. Neste texto, abordaremos quando a restituição do Imposto de Renda voltará a ser paga, explorando o cronograma estabelecido pela Receita Federal. Confira!

O que é Restituição de Imposto de Renda e quem tem direito a recebê-la?

Imagem de uma pessoa realizando cálculos utilizando uma calculadora e caneta
Imagem: chayanuphol / Shutterstock.com

A restituição do Imposto de Renda ocorre quando a Receita Federal identifica que houve um pagamento excedente durante o ano-calendário anterior. Nesse caso, o valor excedente é devolvido ao contribuinte. Anualmente, muitos brasileiros recebem de volta uma parte do dinheiro retido através desse processo fiscal.

Para organizar essa devolução, a Receita distribui os recursos em cinco lotes distintos ao longo do ano.

Datas importantes para a Restituição em 2024:

  • 1° lote: 31 de maio;
  • 2° lote: 28 de junho;
  • 3° lote: 31 de julho;
  • 4° lote: 30 de agosto;
  • 5° lote: 30 de setembro.

Quem tem Prioridade na Restituição?

A Receita Federal estabelece uma ordem de prioridade para o pagamento da restituição, garantindo que os contribuintes que mais necessitam do reembolso recebam-no primeiro. Veja a ordem seguida:

  1. Idosos a partir de 60 anos;
  2. Contribuintes com deficiência física ou mental;
  3. Contribuintes com doenças graves;
  4. Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério;
  5. Demais contribuintes, conforme a data de entrega da declaração.

Saber a ordem de prioridade é importante para que os contribuintes possam se programar e saber quando esperar os recursos da restituição.

Como consultar a situação da sua restituição de Imposto de Renda

A consulta sobre a situação da restituição pode ser realizada tanto nos aplicativos, como “Meu Imposto de Renda”, quanto no site da Receita Federal.

Veja também:

Novo saque de R$ 2,9 mil já está disponível na Caixa; veja se pode receber

Esses recursos são extremamente úteis para acompanhar de perto a sua situação fiscal, evitando atrasos ou problemas com a restituição.

Imagem: Pamela Marciano/Shutterstock