Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Quem tem acesso às informações no Cadastro Positivo em 2020?

0

O Cadastro Positivo, banco de dados que reúne informações de crédito dos consumidores, contribuindo para a obtenção de crédito e, também, para levar mais segurança às empresas, ganha espaço no país. Contudo, uma dúvida recorrente entre grande parte da população é para onde vão estes dados? Quem tem acesso às informações no Cadastro Positivo e de onde elas são coletadas? Saiba tudo nessa matéria!

É provável que você também goste:

Original vs Nubank: qual o melhor cartão para pontos de fidelidade em 2020?

Conheça o empréstimo para autônomo negativado do Serasa eCred e veja como solicitar

Reclamações sobre empréstimo descontado em folha (consignado) crescem 80% em dois anos.

O que é o Cadastro Positivo?

O Cadastro Positivo permite que as empresas para as quais você solicita crédito enxerguem todo o seu comportamento como pagador. Desta forma, elas têm acesso às suas informações de dívidas e pagamentos em dia, solicitações de empréstimo, entre outras. O Cadastro Positivo é representado principalmente pelo “score”, ou seja, sua nota como consumidor.

Quais são os dados disponíveis para as empresas?

Atualmente, o mercado pode ter acesso a cinco dados específicos do comportamento do consumidor:

  1. Score: a nota de pagador, que classifica o consumidor de arriscado a ótimo e é utilizada pelas empresas para avaliar a probabilidade de pagar o empréstimo.
  2. Índice de pontualidade de pagamento: esta informação refere-se à quantidade de contas quitadas, vencidas ou canceladas do consumidor. Ou seja, contribui com o score para que a empresa avalie a capacidade de pagamento do cliente.
  3. Índice de comportamento de gastos: apresenta os principais gastos do consumidor, organizados em categorias por tipo de crédito.
  4. Quantidade de consultas que o CPF do consumidor tem, com uma categorização por segmento de empresas.
  5. Histórico consolidado de compromissos assumidos (que inclui valores e datas de pagamento de faturas de cartão de crédito, crediário, financiamentos e empréstimos, por exemplo), desde que tenha havido consentimento do consumidor.

Mas a principal dúvida: quem tem acesso às informações no Cadastro Positivo?

Apenas empresas nas quais o consumidor solicitou a obtenção de crédito poderão ter acesso aos dados do Cadastro Positivo. Assim, evita-se o vazamento de informações privadas. Ou seja, tem acesso às informações bancos, instituições financeiras, empresas de crédito e similares.

Vale ressaltar que as empresas que acessarem o Cadastro Positivo do consumidor não conseguirão visualizar informações como saldos em contas bancárias, bens adquiridos pelo cliente e nem o nome de outras instituições nas quais ele solicitou crédito.

De onde são coletadas estas informações?

Além da dúvida sobre quem acessa os dados do Cadastro Positivo, outra pergunta comum é “de onde vêm as informações”? O cadastro reúne dados compartilhados por diversas empresas e instituições financeiras nas quais os consumidores têm cadastro e realizam suas compras. O Serasa e o SPC (Serviço de Proteção ao Consumidor) criaram o banco de dados para permitir a oferta de crédito com juros mais baixos para aqueles que são considerados bons pagadores.

Como fazer para não ter o nome no Cadastro Positivo?

Aqueles consumidores que não quiserem ser incluídos no cadastro positivo podem solicitar gratuitamente a retirada dos seus dados do banco de informações a qualquer um dos birôs de créditos autorizados pelo Banco Central: Boa Vista SCPC, Quod, Serasa e SPC. Caso mude de ideia, o consumidor tem a opção de solicitar a nova inclusão no sistema.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Mila Supinskaya Glashchenko, via Shutterstock.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...