Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Receita Federal vai antecipar restituição do IRPF aos gaúchos; saiba mais

Receita Federal antecipa R$ 1 bi de restituição do IRPF para gaúchos, impulsionando a economia local. Saiba mais sobre essa medida!

O recente cenário de desastre no estado do Rio Grande do Sul resultou em cem vítimas fatais devido às enchentes. Logo, a Receita Federal anunciou a antecipação da restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (IRPF) aos gaúchos afetados pelas enchentes que assolam o estado.

Dessa forma, saiba mais informações sobre essa medida do Fisco diante das perdas e do cenário caótico encontrado do estado. Continue a leitura!

Gaúchos receberão restituição do IRPF antecipadamente pela Receita Federal

Fachada de um prédio da Receita Federal
Imagem: SERGIO V S RANGEL / shutterstock.com

O Ministério da Fazenda adotou medidas significativas, entre elas, a antecipação do pagamento da restituição do Imposto de Renda. Esse esforço representa mais do que um alívio financeiro temporário; é um reconhecimento da gravidade da situação enfrentada pelos moradores afetados pela catástrofe.

Assim, a restituição do Imposto de Renda foi antecipada pela Receita Federal para o dia 9 de maio exclusivamente para os contribuintes do Rio Grande do Sul. Por sua vez, a deputada Maria do Rosário (PT-RS) fez o anúncio em suas redes sociais.

Com um montante que ultrapassa 1 bilhão de reais, o governo federal visa oferecer uma respiração financeira para aqueles que preencheram suas obrigações fiscais, abrangendo todos os cidadãos independentemente da faixa de renda.

Quem tem prioridade para receber o benefício?

O foco inicial da Receita Federal para a distribuição dos recursos vai para grupos prioritários. Incluem-se, portnato, idosos acima de 60 anos, pessoas com deficiência ou acometidas por doenças graves, e professores que dependem principalmente da receita educacional. Essa estratégia não é somente uma medida de auxílio emergencial, mas também uma forma de priorizar os mais vulneráveis neste momento.

Por fim, de acordo com o cronograma da Receita Federal, o primeiro lote de pagamento está programado para o dia 31 de maio em todo o país. Isso implica que o governo está antecipando o pagamento para os residentes do estado que já submeteram suas declarações.

Imagem: SERGIO V S RANGEL / shutterstock.com