Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Restituição do Imposto de Renda não caiu na conta? Saiba o que fazer

Confira as dicas sobre o que fazer quando a restituição do Imposto de Renda 2024 não caiu na conta do contribuinte!

A Receita Federal realizou o repasse do 2º lote de restituição do Imposto de Renda 2024 na última sexta-feira (28). Logo, 5.755.667 cidadãos brasileiros receberam um montante que soma R$ 8,5 bilhões. Vale destacar a inclusão especial de 252.738 habitantes do Rio Grande do Sul, beneficiados devido às recentes enchentes no estado.

Porém, muitos contribuintes podem ficar na dúvida sobre o que fazer caso as quantias da restituição não tenham caído em suas contas bancárias. Saiba mais informações na sequência!

Quando será o pagamento do próximo lote de restituição do Imposto de Renda?

Celular aberto na logo da Receita Federal, ao fundo há um leão, que representa o Imposto de Renda.
Imagem: Pamela Marciano / Shutterstock.com

O cronograma de restituição do Imposto de Renda não para por aqui. Sendo assim, após este segundo lote, a Receita Federal agendou ainda mais três lotes. Esses pagamentos estão marcados respectivamente para o final de cada mês subsequente, estendendo-se até o final de setembro de 2024.

  • 3º lote: 31 de julho;
  • 4º lote: 30 de agosto;
  • 5º lote: 30 de setembro de 2026;

O que fazer se não houver o depósito do dinheiro?

Desse modo, para aqueles que aguardam essa restituição do Imposto de Renda, é possível realizar a consulta facilmente por meio do sistema de consulta da Receita. Portanto, inserindo informações básicas como CPF, data de nascimento e a declaração correspondente ao ano, uma mensagem específica indicará se está apto a receber o dinheiro ou se terá que aguardar os próximos lotes.

Ademais, caso o dinheiro não apareça na conta até o final do dia programado, é importante investigar possíveis problemas. Verifique se sua declaração foi retida na malha fina ou se houve algum erro no preenchimento dos dados bancários. A correção destes problemas é fundamental para garantir que o contribuinte receba os valores devidos sem maiores complicações.

Veja também:

Caixa Econômica Federal fecha mais de 100 agências no Brasil!

Por fim, dados incorretos podem ter suas correções pelo Portal e-CAC, em que se deve atualizar a conta para crédito da restituição do Imposto de Renda. Se a conta foi encerrada, é possível reagendar o pagamento por meio do Banco do Brasil. Em último caso, se persistirem problemas com o depósito, o contato direto com a agência bancária pode ser necessário para solucioná-los.

Imagem: Pamela Marciano / Shutterstock.com