O empréstimo consignado é uma excelente opção para quem precisa sanar as suas dívidas, especialmente aquelas que possuem altas taxas de juros. Aqueles consumidores que não conseguem pagar as suas contas do cartão de crédito, tornam a dívida uma bola de neve impagável. Nestes casos, o crédito consignado pode resolver a situação. Entretanto, ele também pode se transformar em um verdadeiro pesadelo. Portanto, confira quais são os principais riscos do empréstimo consignado, e tome cuidado antes de contratar o seu. Boa leitura.

Leia também:

Precisando de dinheiro? Conheça as modalidades de empréstimo pessoal do Banco do Brasil.

Empréstimo Crefisa é sem burocracia e sem consulta ao SPC e Serasa.

Antecipar o 13° salário pode ser a saída para você quitar as suas dívidas.

Os principais riscos do empréstimo consignado

Cuidado com os golpes

Atualmente, muitas pessoas caem todos os dias em novos golpes com empréstimo consignado. O que ocorre com mais frequência, é a solicitação de uma taxa, que sequer existe e faz parte do golpe. Portanto, em hipótese alguma aceite a intermediação de pessoas que dizem garantir a efetividade do seu empréstimo. Não esquecer também de ler com bastante atenção o seu contrato, e ao mesmo tempo, peça a ajuda de um amigo, ou até mesmo de um advogado.

Caso solicitem o cartão, a senha do banco e os seus dados pessoais, desconfie. Certifique-se de que a instituição é realmente confiável, e se aquela pessoa faz parte da empresa.

Assine o contrato com empresas conhecidas

Primeiramente, você deve pesquisar sobre a instituição financeira que fará o empréstimo consignado para você. Não vá aceitando qualquer contrato, sem sequer buscar maiores informações a respeito. Uma grande parte das instituições oferecem crédito rápido, de maneira facilitada e com os menores juros. Entretanto, se você fizer uma boa busca na internet, saberá se aquela instituição é conhecida, e se existem relatos e reclamações de clientes. Confira, por exemplo o site Reclame Aqui, e o Procon antes de mais nada.

Analise o comprometimento da sua renda

Isso é realmente muito importante. Você não pode comprometer toda a sua renda, perdendo a sua capacidade financeira. Utilize no máximo 30% da sua renda. Caso seja acima disso, você poderá sofrer pelos próximos anos, com o comprometimento do seu salário por um longo período de tempo.

As instituições não controlam a margem comprometida dos seus clientes. Frequentemente acontecem casos de comprometimento de mais de 70%, e que poderão ser resolvidos apenas por via judicial.

Leia o contrato

Exija um contrato, e leia atentamente todas as observações. Lembre-se de verificar a possibilidade de antecipar os pagamentos, através de uma quitação antecipada. Muitas instituições são inflexíveis nas negociações, e isso poderá ter um impacto negativo no futuro.

Evite o superendividamento

Aqueles que estão superendividados, de normalmente estão com os seus salários comprometidos com um empréstimo consignado ou vários ao mesmo tempo. Portanto, não baseie-se apenas no valor da parcela. Pense antes de decidir em utilizar o crédito consignado com bastante cautela, e somente use em último caso.

Considerações finais

Muitas pessoas se endividam bastante, seja por viverem fora da sua realidade financeira, ou apenas por satisfação imediata, para agradar aos outros, ou ainda no caso de necessidades imperiosas. O mais importante de tudo é aprender a viver com a realidade do seu orçamento.

Portanto, avalie a sua real necessidade, e jamais opte por um crédito consignado se a sua necessidade for comprar uma TV ou um videogame, por exemplo. O ideal é nunca precisar, mas caso seja necessário, utilize apenas em casos emergenciais, ou para fugir de taxas de juros exorbitantes.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Acompanhe nossos artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das Fintechs.