Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Salário mínimo do estado de São Paulo passa por reajuste e chega a R$1.284

0

Na última quarta-feira, 23 de março, foi aprovado o Projeto de Lei (PL), na Assembleia Legislativa, que reajusta o salário mínimo do estado de São Paulo, que passará a ser R$ 1.284,00 em 2022.

O projeto de autoria do governador João Dória (PSDB-SP) prevê um aumento de 10,3% nos pisos salariais pagos todo mês e passará a ter validade após a publicação da lei.

É provável que você também goste:

Entenda o cálculo que eleva o salário mínimo para quase R$ 1,3 mil

Os beneficiários do Auxílio Brasil terão acesso a um 13º salário? Descubra

O valor do salário mínimo paulista, no valor de R$ 1.284,00 é maior que o piso nacional em 2022, que é no valor de R$ 1.212,00, contudo o reajuste nacional foi maior, alcançando 10,18%.

Quem trabalha e se enquadra na faixa 1 do piso paulista passa a receber R$ 1.284,00, enquanto aqueles que fazem parte da faixa 2, R$ 1.306,00.

O reajuste do salário mínimo no estado de São Paulo foi baseado no Índice de Preços ao Consumidor (IPC), calculado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que chegou a 10,3%.

Aumento para os servidores públicos

Além do reajuste do salário mínimo estadual, a Assembleia Legislativa do estado de São Paulo também aprovou um reajuste de 10% no abono salarial dos servidores públicos estaduais, quando for menor que o novo piso salarial paulista

Quando a remuneração mensal do servidor estadual dor inferior que R$ 1.320,00 em jornada completa, R$ 990,00 em jornada comum e de R$ 660 em jornada parcial, o abono será concedido.

O cálculo do abono complementar será baseado no valor previsto na jornada completa, quando os servidores foram submetidos à jornada básica de trabalho ou jornada específica de trabalho.

A mudança também se aplica aos servidores das autarquias e aos inativos e pensionistas.

“A iniciativa reforça o compromisso do Governo de SP em fixar o piso salarial do Estado acima do salário mínimo nacional, permitindo, assim, manter a remuneração mínima do setor público com valores aproximados aos praticados pelo setor privado”, afirma nota do Governo de São Paulo.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Siga-nos no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o  Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar