Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Santander vai pagar R$ 1,5 bilhão dia 15; veja se vai receber uma parte

Saiba mais detalhes sobre o pagamento que o Santander realizará no próximo dia 15 e verifique quem tem direito a receber uma parte!

O Santander Brasil confirmou a liberação de R$ 1,5 bilhão para os seus clientes! Trata-se, portanto, da distribuição de Juros sobre o Capital Próprio (JCP), uma modalidade de distribuição de lucros que traz vantagens fiscais tanto para o banco quanto para os acionistas.

Dessa forma, esse pagamento ocorrerá no próximo dia 15 de maio. Saiba mais informações sobre esse repasse do banco na sequência!

Quem tem direito ao pagamento do Santander?

Fachada de uma agência do Santander
Imagem: Grand Warszawski / shutterstock.com

Os beneficiários desse montante são os acionistas que detinham ações do Santander até o final do dia 19 de abril de 2024. Após a retenção do Imposto de Renda na fonte, o valor líquido disponível aos acionistas totaliza R$ 1,275 bilhão.

Tal medida afirma a transparência e a responsabilidade fiscal do Santander ao lidar com seus investidores. Os valores a serem pagos dividem-se entre as diferentes categorias de ações da companhia:

  • Valor bruto por unit (SANB11): R$ 0,40239909562;
  • Valor líquido por unit (SANB11): R$ 0,34203923128;
  • Valor bruto por ação ON (SANB3): R$ 0,19161861696;
  • Valor líquido por ação ON (SANB3): R$ 0,16287582442;
  • Valor bruto por ação PN (SANB4): R$ 0,21078047866;
  • Valor líquido por ação PN (SANB4): R$ 0,17916340686.

Saiba mais sobre o pagamento

O Santander é reconhecido por sua estabilidade e sólida reputação no mercado financeiro, oferecendo aos seus acionistas não apenas retornos periódicos por meio de JCP, mas também a segurança de um investimento em uma das maiores instituições financeiras do país.

Além disso, ao se tornar acionista do Santander, investidores têm a chance de construir um fluxo de renda passiva através de recebimentos periódicos, o que pode representar uma estratégica diversificação de portfólio e planejamento financeiro a longo prazo.

Veja também:

Como fica o rendimento da poupança com a Selic em 10,50%?

Por fim, investir em ações e receber JCP requer um monitoramento atento e uso de ferramentas adequadas para gestão de portfólio. Com planejamento e estratégia, investidores podem maximizar seus retornos e manter a conformidade fiscal, aproveitando ao máximo as oportunidades oferecidas pelo banco.

Imagem: Grand Warszawski / shutterstock.com