Ontem (12), um grupo de hackers que afirmam pertencem à rede Anonymous publicou no repositório Pastebin, dados supostamente vazados do Sicredi. O arquivo não está mais disponível, mas era um .txt com informações como nome completo, nomes de familiares, local de trabalho, profissão, entre outros detalhes. De acordo com a publicação, seria um vazamento de 1,2 TB de dados.

Leia também:

Vazam dados de clientes da Caixa, Bradesco e Banco Original.

Novas regras para demissão de servidores podem ser regulamentadas.

Abono do PIS é liberado para 1,8 milhão de trabalhadores, confira se você tem direito.

Sicredi investiga suposto vazamento de dados de clientes

A partir de monitoramente interno, o Sicredi detectou a exposição de dados de alguns associados de uma região do interior do Rio Grande do Sul. Contudo, a empresa informa que “estão sendo tomadas medidas contingenciais e os associados impactados estão sendo contatados”. Ademais, o Sicredi afirma estar colaborando com a investigação do caso pelos órgãos competentes.

Ainda de acordo com o Sicredi, não foi detectada a exposição de dados bancários sigilosos. As operações permanecem normais, sem o comprometimento dos seus sistemas de segurança. E ainda, o Sicredi adota as melhores práticas com relação a segurança da informação, disse a empresa em nota.

Entretanto, uma fonte do meio de segurança que foi ouvida pelo site Tecmundo afirma que se tratam de dados já vazados antes, que são oriundos de uma prestadora de serviços de telemarketing, o que pode indicar que pode não ter sido um ataque hacker, mas sim uma provável ação de funcionários. Contudo, mesmo que tenha sido isso que ocorreu, não exime o Sicredi da responsabilidade. Isso porque ele tem a obrigação de controlar os dados dos seus clientes.

O Sicredi foi fundado no estado do Rio Grande do Sul. Atualmente é uma instituição financeira cooperativa que conta com mais de 3,8 milhões de associados distribuídos em 22 estados, e atendidos por 1,6 mil agências.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram e compartilhe com os seus amigos! Acompanhe artigos e notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.