TEDs e DOCs vão deixar de existir com a chegada do Pix?

Recentemente, surgiu o boato de que DOCs e TEDs vão ser extintos com a chegada do Pix.

0

A chegada do Pix, o novo sistema de pagamentos do Banco Central, sem dúvida vai mudar muita coisa na vida financeira dos brasileiros. Afinal, com o Pix você vai poder fazer transferências e pagamentos a qualquer hora ou dia do ano. Além disso, as transferências vão ser de graça para pessoas físicas e vão levar menos de 10 segundos. Com todas essas vantagens, surgiu um boato de que as TEDs e DOCs vão deixar de existir. Mas será que isso é mesmo verdade? Confira a resposta no texto a seguir.

É provável que você também goste:

Nubank detona concorrência de bancos como Itaú, Bradesco, BB e Caixa e lidera adesão ao Pix.

Vivo lança serviço de empréstimo pessoal totalmente digital de até R$ 30 mil.

Cofundadora do Nubank, Cristina Junqueira, será entrevistada no Roda Viva para falar de Pix e outros assuntos.

Lançamento do Pix

O lançamento do Pix é só em novembro, mas já é possível cadastrar suas chaves em vários bancos e fintechs. Contudo, muitas pessoas ainda tem dúvidas sobre essa novidade. Algumas das principais especulações são em relação ao que vai acontecer com os DOCs e as TEDs, isso porque como o Pix não vai cobrar tarifas de pessoas físicas; ou seja, transferir dinheiro via TED ou DOC vai ser muito menos vantajoso do que usar o Pix.

Por causa disso, andam circulando na internet muitas informações dizendo que o Pix vai acabar com os DOCs e as TEDs. No entanto, a situação não vai ser bem assim.

Afinal, TEDs e DOCs vão deixar de existir com a chegada do Pix?

Não, os DOCs e as TEDs não vão acabar, pelo menos não em um primeiro momento. Mesmo tendo a possibilidade de usar o Pix para fazer seus pagamentos e transferências, os DOCs e as TEDs vão continuar existindo. O que acontece é que, por ser uma opção gratuita, alguns especialistas acreditam que futuramente os DOCs e as TEDs poderão cair em desuso. No entanto, o Banco Central (BC) não pretende eliminar essa forma de pagamento, conforme você pode conferir no comunicado a seguir:

“Assim como a TED e o DOC, o Pix é um meio de pagamento à disposição da população. Trata-se de uma forma adicional de realizar pagamentos e transferências. Não há intenção do BC em extinguir outros meios de pagamento.”

Ou seja, o Pix vai ser somente uma nova opção para fazer transferências bancárias. Os DOCs e as TEDs poderão seguir sendo usados mesmo após o lançamento do Pix no Brasil.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem: WAYHOME studio / Shutterstock

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais