Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Tesouro Selic ou Tesouro IPCA: qual a melhor opção para investir?

Saiba mais sobre ambas as opções e veja qual é a melhor para o seu planejamento

0

Você já ouviu falar sobre Tesouro Direito? Essa é uma ótima opção para quem busca um investimento seguro, mas que também pode oferecer rentabilidade. Contudo, existe mais de uma opção para fazer esse tipo de investimento. Duas bem conhecidas são o Tesouro Selic e o Tesouro IPCA. Então, para saber qual deles é a melhor opção hoje, continue a leitura!

Tesouro Selic ou Tesouro IPCA: qual a melhor opção para investir?

Primeiramente, vale dizer que a decisão de qual investimento escolher depende de uma série de fatores. E nem sempre você precisa escolher apenas um deles. Mas a primeira coisa a saber na escolhe entre Tesouro Selic ou Tesouro IPCA é o prazo desejado.

Isso porque o Tesouro Direto Selic é bastante recomendado para objetivos de curto prazo. Enquanto isso, o Tesouro IPCA, que é um híbrido indexado à inflação, é mais indicado para investimentos de longo prazo.

E o principal motivo é porque o Tesouro Selic possui liquidez diária, seguindo a rentabilidade do CDI. Isso significa que você pode retirar seu dinheiro quando quiser, além de ter mais garantia de rentabilidade. Contudo, o Tesouro Selic não é a melhor opção para investir todo o seu dinheiro. A melhor coisa, nesse caso, é variar com outros investimentos de renda fixa e variável.

Outra coisa a se levar em consideração são as taxas. No caso do Tesouro Selic, o custo de manutenção do investimento é de 0,25%, que incide sobre o montante aplicado. Além disso, no caso do Imposto de Renda, o tributo começa em 22,5% resgatando em até 180 dias de aplicação, e chega a 15% quando o dinheiro é aplicado por mais de 720 dias.

Tesouro IPCA: invista no longo prazo

Por fim, no caso do Tesouro IPCA, você pode manter seu poder de compra a longo prazo. Como explicamos, os papéis desse Tesouro têm rentabilidade híbrida. E a melhor dica é aplicar apenas se estiver disposto a levar os papéis até a data de vencimento.

Quanto aos tributos, o Tesouro IPCA possui exatamente os mesmos custos e taxas que o Tesouro Selic. No entanto, como ele tem uma duração maior, você tende a pagar menos Imposto de Renda. Assim, aplicando para resgatar após 720 dias, você paga só 17,5% de IR (apenas sobre a rentabilidade).

Portanto, a conclusão é que, na escolha entre Tesouro Selic ou IPCA, tudo depende do seu planejamento financeiro e da sua estratégia de investimentos. Ou seja, é preciso saber o que você busca agora, se mais segurança e liquidez ou maior rentabilidade. Vale pesquisar melhor sobre cada e, apenas então, tomar uma decisão!

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.