Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Trabalhadores com carteira assinada ativa vão ganhar R$ 1.502; entenda

Trabalhadores brasileiros com carteira assinada podem receber R$ 1.502. Saiba mais informações sobre esta medida!

Os trabalhadores brasileiros contratados sob o regime CLT, ou seja, que têm carteira assinada, podem ganhar R$ 1.502. Nesse sentido, o governo brasileiro analisa a possibilidade de antecipar os pagamentos do abono salarial PIS/PASEP para 2024, referentes ao ano de 2025. 

Dessa forma, o plano visa dar uma nova organização ao calendário de pagamentos e garantir que os valores sejam recebidos de maneira mais rápida pelos beneficiários. Continue a leitura para mais informações!

Como o abono para quem tem carteira assinada funciona?

Imagem de uma Carteira de Trabalho
Imagem: xm4thx / Shutterstock.com

O abono salarial representa uma renda extra para os empregados que ganham até dois salários mínimos e estão há pelo menos cinco anos contribuindo. Diante dos desafios amplificados pela pandemia de COVID-19, esta iniciativa de antecipação surge como um alívio. Assim, nos últimos anos, os pagamentos têm sofrido atrasos consideráveis.

O PIS/Pasep funciona com regras claras. Para ser elegível ao benefício, o trabalhador deve ter sido empregado com carteira assinada por no mínimo 30 dias no ano considerado para cálculo. Deve, também, estar cadastrado há pelo menos cinco anos no Fundo PIS-Pasep ou no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

Se aprovada, essa mudança não apenas ajustaria todo o cronograma de pagamentos futuros, mas também acabaria por beneficiar diretamente uma grande parcela da população com carteira assinada que depende desses valores para complementar a renda. A iniciativa, segundo especialistas, poderá injetar mais dinamismo e previsibilidade nos repasses.

O que dizem os órgãos oficiais?

Em março de 2024, o Tribunal de Contas da União (TCU) sugeriu ao governo o retorno do calendário antigo de pagamentos pré-pandemia. Logo, haveria a inclusão dos os pagamentos para os trabalhadores que exerceram atividades em 2024 no lote de 2025.

Seguindo este conselho, o governo está analisando a possibilidade com cautela tentando alinhar a capacidade financeira com as necessidades emergentes dos trabalhadores.

Veja também:

Entenda a diferença entre aposentadoria por invalidez e auxílio-doença

Além disso, para verificar se o trabalhador com carteira assinada é elegível ao abono e o valor a receber, é possível consultar o status do benefício pelo aplicativo Meu INSS (Android, iOS), pela página do Ministério do Trabalho e Previdência ou indo diretamente aos Centros de Atendimento Previdenciário.

Imagem: xm4thx / Shutterstock.com