Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Trabalhadores poderão ganhar adicional de insalubridade de 40% durante pandemia de coronavírus

0

Um Projeto de Lei (PL) em análise na Câmara dos Deputados poderá trazer um ótimo benefício para os trabalhadores durante a pandemia do coronavírus. Segundo o PL 1351/20, do deputado Hélio Leite (DEM-PA), algumas classes de trabalhadores poderão ganhar adicional de insalubridade de 40% enquanto durar a pandemia. Confira mais detalhes nessa matéria.

É provável que você também goste:

Petição pelo fechamento do STF no WhatsApp é verdadeira?

App CAIXA Tem permite consulta ao FGTS, Bolsa Família, auxílio emergencial e muito mais

Consumidor de baixa renda ganha isenção na conta de luz durante pandemia do coronavírus

Trabalhadores poderão ganhar adicional de insalubridade de 40% do salário mínimo durante pandemia

O Projeto de Lei 1351/20 assegura o pagamento de adicional de insalubridade em grau máximo a profissionais envolvidos direta ou indiretamente no enfrentamento à pandemia de Covid-19 no Brasil. O grau máximo de insalubridade equivale a 40% do salário mínimo, ou seja, R$ 418,00.

Segundo o texto em análise na Câmara dos Deputados, terão direito ao adicional profissionais de saúde, da segurança pública, do corpo de bombeiros, da vigilância sanitária, da limpeza urbana e empregados de serviços definidos como essenciais em cada estado ou município.

De acordo com a proposta, não terão direito ao adicional profissionais que estão cumprindo a jornada diária em teletrabalho, trabalho remoto ou outro tipo de trabalho a distância. Além disso, quem estiver afastado do trabalho por qualquer motivo também não terá direito a esse adicional de insalubridade.

“Buscamos justiça àqueles que se encontram diretamente expostos na batalha contra o coronavírus e aos empregados dos serviços essenciais, como supermercados e farmácias, entre outros, que continuam atendendo à demanda da população”, afirma o deputado Hélio Leite (DEM-PA).

Confira nesse link o Projeto de Lei 1351/20 detalhado.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Rawpixel.com, via Shutterstock.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...