Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Agora é possível transferir um veículo pela Carteira Digital de Trânsito

0

Transferir um veículo para outra pessoa era um procedimento muito demorado e burocrático no Brasil. Entretanto, isso mudou com a criação da Carteira Digital de Trânsito (CDT), aplicativo que oferta a chance de alterar de forma online, a propriedade de um veículo.

Apesar da ferramenta ser conhecida por quem quer ter acesso digital à Carteira Nacional de Habilitação (CNH), ele tem outras funções, como a transferência de propriedade.

É provável que você também goste:

Com a alta dos combustíveis, é melhor abastecer com etanol ou gasolina?

Gasolina pode ficar mais cara nos próximos meses, afirma Banco Central

Agora é possível transferir um veículo pela Carteira Digital de Trânsito

O processo para transferir um veículo até o fim de 2020, dependia da assinatura do Certificado de Registro do Veículo (CRV) e reconhecimento de firma em cartório. Já em 2021, a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV-e) ganhou o lugar o CRV e facilitou o processo.

O grande problema é que a ATPV-e pedia a versão impressa quando o dono precisava alterar a titularidade para terceiros. Ou seja, a burocracia de ter que reconhecer firma no cartório segue quando o processo se inicia pela internet.

Por meio da CDT, transferir um veículo é mais simples, rápido e fácil. Sendo assim, o dono do veículo deve somente informar os dados do comprador e assinar o documento digital. A pessoa será notificada e terá que repetir o procedimento. Tudo isso é feito de forma online na plataforma.

Depois de finalizar o formulário de ambas as partes, a autorização para transferir um veículo será enviada ao governo. O sistema é gratuito e o app armazena os dados da CNH, a versão digital do CRLV (documento do veículo), e possibilita que o usuário consulte suas multas.

Ainda assim, existem alguns passos adicionais. Ou seja, transferir um veículo online, só pode ser feito com aqueles que já têm a ATPV-e. Ou seja, os veículos com produção ou transferência a partir de janeiro de 2021. Ademais, a assinatura digital na CDT, só pode ser feita por pessoas com conta ouro ou prata no portal Gov.br.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Siga-nos no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar