URGENTE: Bolsonaro anuncia o Renda Cidadã, que deve usar verba da educação e de precatórios

Renda Cidadã, que vai substituir o Bolsa Família e o auxílio emergencial, vai usar verba da educação e de precatórios.

0
PUBLICIDADES
PUBLICIDADES

O presidente Jair Bolsonaro anunciou hoje (28) o Renda Cidadã, novo programa de transferência de renda do governo, que vai substituir o auxílio emergencial e o Bolsa Família. Para financiar o programa, a ideia é usar os recursos de pagamento de precatórios e parte do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). Os precatórios são títulos da dívida pública reconhecidos após decisão definitiva da Justiça; enquanto o Fundeb é uma verba destinada à educação básica.

Confira mais detalhes sobre o Renda Cidadã aqui na nossa live:

PUBLICIDADES

 

PUBLICIDADES

É provável que você também goste:

Banco Bari adere ao Pix e explica como o novo sistema de pagamentos vai mudar sua vida financeira

Nubank se prepara para expandir para a Colômbia

PUBLICIDADES
PUBLICIDADES

Banco do Brasil anuncia venda de quase 700 imóveis com até 65% de desconto.

“Estamos buscando recursos com responsabilidade fiscal e respeitando a lei do teto de gastos. Nós queremos demonstrar à sociedade e ao investidor que o Brasil é um país confiável”, disse o presidente, em declaração à imprensa na manhã deste hoje, no Palácio da Alvorada. Você pode conferir a fala do presidente e de sua equipe no vídeo a seguir:

O senador Márcio Bittar (MDB-AC), relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Pacto Federativo, explicou que as propostas das duas fontes de renda serão apresentadas tanto na PEC do Pacto Federativo, quanto na PEC Emergencial, que tratam da desindexação dos gastos públicos.

“O Brasil tem no Orçamento R$ 55 bilhões para pagar de precatórios e vamos utilizar o limite de 2% das receitas correntes líquidas, que é mais ou menos o que já fazem estados e municípios. Vamos estabelecer a mesma coisa para o governo federal. E o que sobrar desse recurso, juntando com o que tem no orçamento do Bolsa Família, vai criar e patrocinar o novo programa”, explicou Bittar.

Governo quer usar parte do Fundeb para pagar o Renda Cidadã

Além disso, há uma proposta para que o governo federal também possa usar até 5% dos recursos Fundeb. De acordo com Bittar, “também para ajudar essa família que estarão no programa a manterem seus filhos na escola”. A promulgação do Fundeb ocorreu no mês passado e, com isso, a participação da União no financiamento da educação básica aumentou de 10% para 23%.

PUBLICIDADES
PUBLICIDADES

E então, o que você achou da ideia de usar os precatórios e parte da verba da educação para pagar o Renda Cidadã? Dê a sua opinião nos nossos comentários!

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Fonte: Agência Brasil

Imagem: Celso Pupo / Shutterstock

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar