Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Vale a pena investir em MRV (MRVE3)?

Vale a pena investir em MRV? Veja os principais indicadores e a situação atual da empresa

0

Vale a pena investir em MRV? Primeiramente, a MRV é a maior construtora da América Latina. A princípio, presente no mercado imobiliário desde 1979, a empresa é a maior construtora do país no segmento de imóveis classe média e média baixa. Além disso, a MRV é a construtora com maior presença em cidades brasileira, totalizando mais de 160 cidades em seus empreendimentos.  

Assim, a empresa teve seus primeiros imóveis construídos na capital mineira, em 1981. Já em 1995, inaugurou sua primeira loja também em Belo Horizonte. Seguidamente, em 1996, a MRV começou sua expansão além a região de Mina gerais, e iniciou as atividades em São Paulo e na região Sul do País.  

Posteriormente, em 2004, completou 25 anos e se expandiu ainda mais, chegando nas regiões Centro-Oeste e Nordeste. Assim como nos Estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro.  

Desta forma, em 2007 a companhia abriu seu capital na Bolsa de Valores de São Paulo. Nesse mesmo ano a MRV participou da elaboração do programa Minha Casa, Minha vida, que em 2004 consolidaria a empresa como a principal agente do Programa.  

Sendo assim, em 2017 a empresa completou sua expansão e chega a todas as regiões do país, com construções no estado do Amazonas. 

Principais Mercados 

Inegavelmente a empresa ainda possui um grande foco no estado de Minas Gerais, onde hoje é localizada a sede da MRV. Em contrapartida, como foi visto, a empresa hoje está presente em quase todo o país, em 160 cidades e 22 estados além do Distrito Federal.  

Com a finalidade de construir empreendimentos direcionados à classe média, a empresa gera seis mil postos de trabalho por ano, somando todos os locais em que atua. 

Prévia Operacional 1T21  

Agora que já vimos um pouco do histórico da empresa e seu foco de mercado, falaremos da prévia operacional do primeiro trimestre de 2021, publicado pela empresa recentemente. Com isso em mente, o objetivo é deixar um pouco mais claro os resultados recentes da companhia, o que servirá de complemento à análise de indicadores posteriormente.  

Entretanto, vale ressaltar que esse esses dados são apenas preliminares, e ainda não foram auditados.  

De antemão, podemos destacar que a empresa obteve o seu maior volume de lançamento em um primeiro trimestre de sua história, totalizado R$ 1,7 bilhões em VGV (Valor Geral de Vendas) e 9.996 unidades. Sendo assim, a empresa despenhou um aumento de 58% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado. 

MRV & CO 

Ademais, a companhia possui outras 4 empresas além da própria MRV, todas atuantes no mercado imobiliário e sendo uma delas focada em imóveis nos Estado Unidos. Assim sendo, apresentaremos brevemente tais agregadas como estão descritas no institucional da empresa.  

Urba 

A Urba é a empresa de Desenvolvimento Urbano da MRV&CO. Desde 2012 são especialistas em loteamentos de alta qualidade em localizações estratégicas, planejados para possibilitar mais comodidade, diversão e qualidade de vida para as pessoas.   

Luggo 

A Luggo traz para o Brasil um formato único de serviço, ela constrói e aluga os próprios apartamentos, o que possibilita um aluguel com menos burocracia, sem fiador e com a administração no local.  

SENSIA Incorporadora  

Incorporadora focada no segmento de médio padrão com alcance nacional que desenvolve projetos com amplas possibilidades de personalização e flexibilidade. 

AHS Residential 

A AHS Residential é uma empresa da MRV&CO que desenvolve, constrói e administra condomínios de apartamentos para aluguel nos EUA. 

Indicadores Financeiros 

Com o intuito de elucidar melhor uma decisão de investimento, iremos analisar alguns dos mais importantes indicadores da MRV. Desta forma, é possível se ter uma melhor percepção do atual momento da companhia e traçar mais adequadamente uma estratégia de investimentos.  

Desta forma, seguiremos com a apresentação de alguns desses indicadores, sempre levando em conta a ação ordinária não fracionada da empresa (MRVE3). Todavia, vale ressaltar que esse artigo não é uma indicação de investimento, e tem por objetivo somente comentar sobre os resultados já publicados pela empresa.   

Indicadores de Rentabilidade  

Em primeiro lugar falaremos dos indicadores de rentabilidade. Tais indicadores funcionam como uma espécie de termômetro das operações da empresa, uma vez que medem a capacidade da empresa de gerar lucro.  

ROE 

Primeiramente, o ROE fornece uma proporção entre o lucro líquido de uma empresa e seu patrimônio líquido. Ele é medido por lucro liq. / patrimônio liq. e informa o quanto uma empresa gera de caixa em comparação ao que ela já tem de ativos. 

Desta forma, o ROE da MRV atualmente é de 10,59%, número esse que está abaixo de algumas outras construtoras da B3. Contudo, o percentual ainda pode ser considerado bom, visto que o mercado imobiliário ainda está se recuperando da crise.  

ROIC  

Similarmente ao ROE, o ROIC de uma empresa fornece um panorama geral da rentabilidade da companhia, pois abrange todo o capital investido da mesma. A sigla em inglês significa “Retorno Sobre Capital Investido”, ele é medido a partir do Resultado Operacional Líquido Livre de Impostos sobre o Capital Investido.    

Sendo assim, o ROIC da MRV hoje é de 4,66%. Analogamente ao ROE, o ROIC da empresa está um pouco abaixo de outras companhias de mesmo setor.  

Progressão de Receitas e Lucros 

No mesmo sentido de tentar entender um pouco mais sobre as operações da empresa, uma boa análise seria investigar a evolução de seus lucros e receitas.  

Sob tal aspecto, a MRV mostra um consistente aumento em sua geração de receita. Desta forma, conseguiu um aumento de 12%, 14%, 12% e 10%, nos últimos 4 anos, totalizando 57% de acréscimo nesse período. 

Contudo, a empresa não concretizou tal crescimento de receita em um aumento de lucros consistentemente. Nesse sentido, a companhia viu ele oscilar no mesmo período e mais recentemente recuar.  

Conclusões 

Ademais, a MRV se apresenta como uma das maiores construtoras do país, porém não como a mais rentável. Tendo isso em mente, o investidor deve pesar os prós e contras da companhia e saber bem o papel que a ação teria em uma possível carteira no setor.  

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...