Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Vale a pena investir em Petrobras? Veja os indicadores da PETR3

Vale a pena investir em Petrobras? Veja os indicadores da PETR3 e como a empresa projeta o futuro na exploração de petróleo

0

Vale a pena investir em Petrobras?  Primeiramente, a Petrobras é uma empresa de economia mista brasileira. Desta forma, na composição acionária a companhia possui cerca de 36% das suas ações sobe controle da União Federal e do BNDES. Em contrapartida o restante das ações está distribuído entre acionistas da B3 e da Bolsa de Nova York.   

Nesse sentido, a Petrobras está entre as maiores empresas de capital aberto da América Latina, com valor de mercado de U$ 78,6 bilhões de dólares (em Junho de 2021). Analogamente, a companhia é uma das maiores produtoras de petróleo e gás do mundo, dedicada principalmente à exploração, produção, refino, geração de energia e comercialização.   

Da mesma forma, a Petrobras tem expertise na exploração e produção em águas profundas e ultra profundas como resultado de quase 50 anos de desenvolvimento das bacias offshore brasileiras, tornando-se líder mundial neste segmento.  

Adiante, a empresa possui mais de 60 mil empregados e produz cerca de 1,7mil barris de petróleo e seus derivados por dia. Anteriormente, a Petrobras já sofreu por grandes esquemas de corrupção governamental. Dessa forma, o mais famoso e mais impactante foi revelado pela operação Lava Jato, que apontou perda de cerca de R$ 6 bilhões de reais por corrupção entre 2004 e 2012.   

Nesse sentido, a empresa tenta recuperar a confiança do mercado e aposta no seu novo modelo de governança, agora mais profissional, para reverter os prejuízos financeiros e de reputação causados pela Lava Jato.   

Distribuição CAPEX   

Primordialmente, CAPEX é a sigla da expressão inglesa capital expenditure, ela representa o montante de dinheiro despendido na aquisição de bens de capital de uma empresa. Assim sendo, o CAPEX previsto para o período 2021-2025 é de US$ 55 bilhões, dos quais 84% estão alocados à exploração e produção de petróleo e gás.   

De acordo com tais números, é nítido que os investimentos da empresa estão sendo voltados ao pré-sal, segmento de exploração no qual a empresa é líder mundial.   

Ações da Petrobras   

A princípio, a Petrobras possui ações ordinárias e preferenciais, que são negociadas em 4 grandes bolsas no mundo, a de São Paulo, Nova York, Madri e Bueno Aires.   

Deste modo, nesse artigo iremos tomar como base as ações ordinárias negociadas na Bolsa de São Paulo (B3), a PETR3. Em virtude de ser uma empresa de capital misto controlada majoritariamente pelo governo, as ações da Petrobras sofrem de elevada flutuação por acontecimentos políticos, o que pode ser considerado uma desvantagem da empresa.  

Em contrapartida, a empresa goza de alguns benefícios que podem equivaler tal desvantagem para seus investidores. Assim como possuir grande acesso à uma das maiores jazidas de petróleo submersos do mundo, o pré-sal, que como já vimos, é o principal foco da empresa atualmente.   

Indicadores da Petrobras  

Agora que já esboçamos um panorama geral da companhia e seu foco operacional, iremos analisar os indicadores da mesma. Nesse sentido, ao pensar em adquirir ações é importante se atentar à alguns indicadores da empresa, com o intuito de tomar uma decisão mais racional bem embasada de investimento.    

Desta forma, continuaremos com a apresentação de alguns dos principais indicadores da Petrobras. Nesse sentido, iremos falar de 3 indicadores de rentabilidade e 1 de valuation.   

Todavia, vale ressaltar que esse artigo não é uma indicação de investimento, e tem por objetivo somente comentar sobre os resultados já publicados pela empresa.  

Indicadores de Rentabilidade  

Em primeiro lugar falaremos dos indicadores de rentabilidade. Tais indicadores funcionam como uma espécie de termômetro das operações da empresa, uma vez que medem a capacidade da empresa de gerar lucro.  

Antes de tudo, vale dizer que sendo uma petrolífera, a empresa sofre grande impacto em seu faturamento e rentabilidade pela variação do preço do petróleo. Sendo assim, há grande influência de fatores externos de mercados nas operações da Petrobras.   

ROE

Primeiramente, o ROE fornece uma proporção entre o lucro líquido de uma empresa e seu patrimônio líquido. Ele é medido por lucro liq. / patrimônio liq. Assim sendo, informa o quanto uma empresa gera de caixa em comparação ao que ela já tem de ativos.  

Dessa forma, o ROE da PETR3 atualmente se encontra em 17,87%, o que é um bom valor para uma empresa que possui os gastos da proporção de uma petrolífera.   

ROIC

Similarmente, o ROIC de uma empresa fornece um panorama mais geral da rentabilidade da companhia, pois abrange todo o capital investido da empresa. A sigla em inglês significa “Retorno Sobre o Capital Investido”, e é medido a partir do Resultado Operacional Liquido Livre de Impostos sobre o Capital Investido da empresa.  

Sob tal aspecto, o ROIC da Petrobras é de 11,82%, o que considerando o seu ROE é um número muito positivo. Decerto o valor do barril de petróleo possui grande influência nessa pouca diferença entre o ROE e o ROIC da empresa.   

Margem Líquida  

A margem líquida representa a porcentagem de lucro líquido que uma empresa obteve em relação à sua receita total. Assim, quanto maior é o indicador, mais eficiente é a operação da empresa, uma vez que uma maior parte do que foi gerado se tornou lucro.  

Nesse sentido, a margem líquida da Petrobras está em 20,23%, outro número que pode ser considerado bom para os possíveis investidores.   

Indicador de Valuation   

Ademais, indicadores de valuation são um ponto crucial na hora de adquirir novos ativos. Afinal, ele demonstra a avaliação de valor que o mercado tem sobre o valor de determinada companhia. Dessa forma, neste artigo usaremos um dos principais indicadores na área, o P/L.  

O P/L de uma ação é medido pelo preço do papel dividido pelo lucro líquido da empresa por ação. Nesse sentido, o P/L é um dos principais e mais completo indicador usado por analistas fundamentalistas.  Desta forma, o P/L da Petrobras na cotação atual (12.06.21) é de 6,41, o que evidencia desconfiança do mercado para com a gerencia da empresa.   

Conclusão  

De antemão é fácil enxergar que a Petrobras pode ter um futuro ainda mais promissor a frente. Nesse sentido, a empresa está apostando alto na exploração do pré-sal, e já possui grande vantagem em relação as concorrentes no setor.  

Em resumo, a única e grande ressalva que é feita a empresa é a instabilidade política que a cerca. Desta forma, o baixo múltiplo em que a companhia está sendo negociada evidencia isso. Se por um lado ele fornece uma boa oportunidade de entrada, por outro ele explicita uma forte desconfiança geral na governança da petrolífera.   

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre os bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e as matérias relacionadas ao mundo das finanças.

imagem: Simon Mayer / shutterstock.com 

- Publicidade -

Comentários
Carregando...