Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Valor extra de R$ 1.860 pode ser depositado na sua conta nos próximos dias

Valor extra de R$ 1.860 pode ser depositado na sua conta nos próximos dias. Verifique se você tem direito ao benefício.

Para famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), há uma oportunidade de auxílio financeiro substancial, que pode alcançar até R$ 1.860 mensais. Esse valor é possível através da combinação de diversos programas sociais oferecidos pelo governo.

No entanto, para acessar esse montante, é essencial atender aos requisitos de cada programa e garantir que todos os dados estejam corretamente registrados no CadÚnico. Entenda mais a seguir.

Como o CadÚnico amplia o acesso a benefícios sociais?

Imagem de um celular com o aplicativo do CadÚnico aberto. Ao fundo, algumas notas de R$10 e R$2 desfocadas. auxílio
Imagem: Tharlys Fabricio / Shutterstock.com

O Cadastro Único é a porta de entrada para inúmeros benefícios sociais destinados às famílias de baixa renda. Através dele, as condições socioeconômicas das famílias são analisadas, permitindo que os benefícios sejam direcionados para quem realmente precisa.

Assim, além de ser um recurso essencial para a inclusão social no Brasil, o CadÚnico garante uma justa distribuição dos auxílios financeiros governamentais.

Veja também:

INSS faz pente-fino e pode suspender benefícios

Quais são os programas que contribuem para esse valor de R$1.860?

  • Bolsa Família: Este programa é direcionado a famílias cuja renda mensal por pessoa não ultrapassa R$218. Uma família pode receber um mínimo de R$600, com adições de R$150 por criança de 0 a 6 anos, R$50 para crianças de 7 a 18 anos e para gestantes, e mais R$50 para bebês com até 6 meses de vida;
  • Auxílio Gás Nacional: Com o preço do botijão de gás em alta, este benefício ajuda famílias que ganham até meio salário mínimo por pessoa, concedendo um valor médio de R$100;
  • Programa Pé-de-Meia: Iniciativa criada em 2024, oferece R$200 a estudantes do Ensino Médio da rede pública cadastrados no CadÚnico. Esse benefício é calculado mensalmente com base na matrícula, frequência escolar, participação no ENEM e inclui um bônus de R$1.000 ao final do 3º ano;
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC): Assegura um salário mínimo mensal para pessoas acima de 65 anos ou com deficiência de longo prazo, reconhecendo suas necessidades específicas.

Como realizar a inscrição no CadÚnico?

Registrar-se no CadÚnico é o primeiro passo para quem busca acesso aos benefícios mencionados. A inscrição deve ser realizada pessoalmente nas unidades do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). É indispensável que o processo seja feito por um membro da família maior de 16 anos, portando os documentos necessários para a validação do cadastro.

  • CPF e Título de Eleitor do Responsável Familiar;
  • Documento de identificação com foto e comprovante de residência do Responsável Familiar;
  • Documentos dos demais membros da família, incluindo CPF, Título de Eleitor, certidões de nascimento ou casamento, e documentação de identidade;

Em resumo, o entendimento desses programas, aliado a um cadastro atualizado no CadÚnico, pode proporcionar um apoio significativo a muitas famílias brasileiras, melhorando substancialmente suas condições de vida e garantindo acesso aos benefícios essenciais previstos pelas políticas sociais.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com