Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Retomada do varejo prejudica comércio eletrônico no Brasil

Segundo o gerente geral da Mastercard Brasil, Estanislau Bassols, o comércio físico está dando sinais de recuperação

0

De acordo com um levantamento da Mastercard, que mede as operações financeiras nas lojas físicas e no varejo online, as vendas no varejo, em julho, cresceram 23,1% sobre um ano antes. Em contrapartida, o e-commerce teve queda de 9,6%. Ou seja, as vendas do comércio eletrônico no Brasil perderam força em julho, na contramão do crescimento global do varejo. 

Como a privatização dos Correios pode afetar os lojistas?

Retomada do varejo prejudica comércio eletrônico no Brasil

De acordo com a pesquisa da Mastercard, os segmentos com maior alta no mês de julho, foram os de restaurantes, com elevação em 85%. Já o vestuário cresceu 66%, enquanto que os combustíveis, 58%. Já os artigos pessoais, tiveram um aumento de 51%. 

Seja membro

Segundo o gerente geral da Mastercard Brasil, Estanislau Bassols, o comércio físico está dando sinais de recuperação. É dito isso, diante do crescimento das vendas em todos os setores. Grande parte disso se deve ao aumento no número de pessoas vacinadas contra a covid-19.  

Em nota, o gerente geral cita que “É possível notar o otimismo do consumidor à medida que avança a vacinação e o varejo tradicional volta à atividade”. Além disso, os números fornecem um contraponto ao otimismo de empresas de comércio eletrônico. 

As empresas de comércio eletrônico alegam que a preferência por canais online vai seguir crescendo no Brasil, mesmo com a retomada do varejo físico. Paralelo a isso, ao realizar uma comparação com o mesmo período de 2019, ou seja, antes do início da pandemia, a pesquisa da Mastercard mostra que as vendas totais do varejo cresceram 34,2%. Por outro lado, as vendas do comércio eletrônico aumentaram 108,9%. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal  do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: one photo / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.