Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

XP vai entrar nas criptomoedas com compra e venda de Bitcoin e Ethereum

2

A maior corretora independente do país – a XP, recentemente decidiu entrar no mercado das criptomoedas, através de uma operação autônoma batizada de XDEX, que será lançada oficialmente em breve. Muito provavelmente nas próximas semanas. O novo negócio será voltado para consumidor final e permitirá a compra e venda das criptomoedas Bitcoin e Ethereum, que são atualmente as duas mais populares.

Leia também:

Uzzo lança cartão de crédito de Bitcoin com bandeira Mastercard e sem comprovação de renda.

XP vai entrar nas criptomoedas com compra e venda de Bitcoin e Ethereum

Seja membro

O presidente da empresa – Guilherme Benchimol, anunciou a novidade durante um evento em São Paulo na última quinta-feira (20). O evento contava com a presença dos ex-presidentes Bill Clinton e Fernando Henrique Cardoso.

Guilherme Benchimol deixou subentendido que a XP não teria outra alternativa a não ser entrar neste mercado. Confira:

“É um tema que, confesso eu, era melhor que não existisse, mas ele existe. Nós nos sentimos obrigados a começar a avançar nesse mercado”, afirmou Benchimol.

Ainda, de acordo com os números que foram citados pelo presidente da XP, neste momento existem três milhões de brasileiros que investem em Bitcoin, que é um número bem superior às 600 mil pessoas que investem em ações no Brasil.

Contudo, é importante ressaltar que a entrada da XP no mercado pode ajudar a alavancar as criptomoedas, uma vez que a XP ajudou a crescer o número de investidores em ações no nosso país.

A XP, que pretende lançar um banco nos próximos meses, tem todo o potencial em um momento crítico das criptomoedas. Isso porque ao mesmo tempo que caiu drasticamente a compra e venda de Bitcoin, bem como a sua cotação, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu inquérito administrativo contra seis bancos para investigar se eles prejudicaram corretoras de criptomoedas, o que parece respaldar a posição das corretoras.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Para assim acompanhar artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Via Baguete

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.