Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Amazon vai lançar serviço de entregas próprio no Brasil

0

Se você não comprava na Amazon, provavelmente passou a comprar com a pandemia; e agora tem mais um motivo para aderir às compras na empresa: parece que a Amazon não quer mais depender dos Correios e de transportadoras privadas para atender aos seus clientes no Brasil.

Assim, a companhia pretende lançar, em breve, o Amazon Logistics, um serviço próprio de logística. Embora a empresa não tenha feito qualquer tipo de anúncio formal sobre o assunto, o site já está no ar (e em português), recheado de informações relevantes sobre como ele vai funcionar. A seguir, confira mais informações sobre o assunto!

É provável que você também goste:

Será que vale a pena contratar empréstimo para limpar o nome no SPC/SERASA?

Pix agora é aceito no Submarino e nas Lojas Americanas

Confira o calendário da última parcela para beneficiários do Bolsa Família

Como eu consegui atingir o limite de R$ 20 mil no Nubank?

Amazon vai lançar serviço de entregas no Brasil

Dessa forma, o Amazon Logistics será um tipo de plataforma de DSP (delivery service partner, ou parceiro de serviço de entregas). Ou seja, empreendedores poderão se candidatar para abrir suas próprias equipes de logística e entregar encomendas sob a marca da Amazon. A companhia ressalta que o investimento inicial para participar do programa gira em torno de R$ 45 mil, e garante que não é necessário ter experiência prévia na área.

Estamos procurando líderes ‘mão na massa’ que sejam apaixonados por montar e coordenar redes de entregadores. Com baixos custos iniciais, demanda integrada e acesso à experiência em tecnologia e logística da Amazon, esta é uma oportunidade de construir e desenvolver um negócio de entrega de encomendas bem-sucedido”, afirma o site da Amazon Logistics no Brasil.

Veja como se tornar um parceiro da Amazon

É mportante dizer que o investimento não é uma taxa paga diretamente para a Amazon. A ideia é que esse valor seja utilizado para montar sua empresa, incluindo abertura de pessoa jurídica e alvarás, serviços profissionais como honorários de contador e advogado, compra de suprimentos (como laptop), custos de recrutamento (como anúncios de empregos, exames toxicológico e treinamento dos motoristas), entre outros. Além disso, a marca oferecerá treinamentos, ferramentas e processos para ajudar seus parceiros.

Por ora, o processo seletivo ocorre em quatro capitais brasileiras: Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo. Além disso, só poderão se inscrever profissionais que receberam um convite via e-mail. O resto do público deverá aguardar o início do processo seletivo aberto para concorrer a uma oportunidade de ser um parceiro da Amazon no Brasil.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem: Frederic Legrand – COMEO / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...