Auxílio emergencial: Cidadão pode se inscrever nas agências dos Correios a partir desta terça (09)

0

A partir desta terça-feira, 9, os cidadãos que desejam receber R$ 600 por mês do Governo Federal, poderão fazer o cadastro do Auxílio Emergencial nos Correios. Está medida é muito importante para a população que não tem acesso a internet, e por isso ficava impossibilitada de se inscrever no benefício. A expectativa do governo é que até 27 milhões de brasileiros se inscrevam nas agências da empresa pública.

E uma da grande facilidade para todos aqueles que não tem internet, que tem uma conexão que não permita fazer o cadastro pelo aplicativo de forma eficaz ou ainda pessoas com dificuldade para saber fazer a solicitação no app. E outra grande vantagem de ser os Correios é que está empresa está presente em todo o território do Brasil.

É provável que você também goste:

Projeto obriga que seguradoras paguem indenização a motorista com CNH vencida

Guedes confirma a prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses

Pagamento da 3ª parcela do auxílio emergencial vai começar a ser feito no dia 17.

Ministro da Cidadania fala sobre inscrição do Auxílio Emergencial nos Correios

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que “Há uma porção importante da sociedade brasileira que é ainda mais vulnerável e que precisa de ajuda para fazer o cadastramento. Então, esse convênio é importante porque os Correios têm uma vasta capilaridade, em todas as cidades brasileiras”.

A empresa pública também comemorou a oportunidade que surge com o serviço de cadastro do Auxílio Emergencial nos Correios. De acordo com o presidente da estatal, general Floriano Peixoto Vieira Neto “Para os Correios, essa é uma missão que vai além de colocar à disposição do cidadão a nossa rede de agências. É com orgulho e comprometimento que os nossos empregados se dispõem a atender e aproximar os brasileiros nesse momento de dificuldade que atravessamos”.

Página oficial da empresa fala sobre o cadastro do Auxílio Emergencial nos Correios

Auxílio Emergencial – Cidadania e Correios firma parceria para atender população mais vulnerável

O Ministério da Cidadania e os Correios firmaram uma parceria para atender à população mais vulnerável, sem acesso a meios digitais, que ainda não conseguiu solicitar o Auxílio Emergencial. A partir desta terça-feira (09.06), as mais de sete mil agências da empresa, presente em todos os municípios do país, estão habilitadas a fazer o cadastramento de quem precisa do benefício. A expectativa é realizar até 27 milhões de atendimentos.

Há perigo de pegar Coronavírus nas agencias dos Correios?

Antes de mais nada, é importante esclarecer algo. Sabemos que o Brasil é o segundo país em casos de Coronavírus, e uma ida à agência pode preocupar. Porém, saiba que os Correios estão se preparando para evitar a aglomeração de pessoas que precisam se cadastrar no Auxílio Emergencial.

Além disso, os Correios já estão se precavendo para evitar o contágio do novo Coronavírus, para preservar tanto a saúde dos funcionários da estatal quanto dos cidadãos que procurarem pelo serviço. Por isso, a empresa já se programou para ter um controle do fluxo de pessoas nas agencias e cumprimento da distância recomendada pela OMS, além de reforço na limpeza e cuidados extras de higiene.

Como vai funcionar o cadastro do Auxílio Emergencial nos Correios?

Primeiramente, o cidadão que está sem acesso a internet, não tem smartphone ou não consegue fazer o cadastro sozinho, poderá se encaminhar até uma Agência dos Correios. Caso você não sabe aonde encontrar uma Agência, poderá verificar pelo site dos Correios, no sistema Busca Agência. Lá você encontra o endereço das unidades e o horário de atendimento, que normalmente é de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.

Além disso, é importante lembrar que é necessário levar alguns documentos para poder fazer a solicitação:

  • Documento de identidade oficial com foto, em que conste o nome da mãe. Recomendamos o RG.
  • CPF do usuário e dos membros da família
  • Dados da conta bancária

Na agência dos Correios, um funcionário da empresa atenderá o cidadão e fará o cadastro pelo aplicativo no smartphone da pessoa. Caso a pessoa não tenha um smartphone, o cadastro será feito pelo site do Auxílio Emergencial.

Não tenho conta bancária, e agora?

Além do cadastro do Auxílio Emergencial nos Correios, quem não tem conta em banco poderá solicitar ao funcionário público a abertura de uma Conta Social Digital na Caixa. Por fim, o funcionário deverá informar o número de protocolo de cadastro no final do atendimento.

Com esse protocolo juntamente com o documento de identidade, você poderá retornar na Agência de Correios e conferir o andamento do pedido, no prazo estipulado. Porém, tenha em mente que não são os Correios os responsáveis pelo pagamento nem mesmo pela aprovação do benefício, e sim a Dataprev.

Ademais, a Dataprev é uma empresa de tecnologia do Governo Federal, responsável pela administração dos bancos de dados do Cadastro Único, Bolsa Família, entre outros benefícios. Caso tenha tido algum problema em sua análise, você poderá entrar em contato pelo telefone 121.

Enfim, gostou da matéria?

Então siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Elza fiuza / Arquivo Agência Brasil

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais